Tricotando devia explorar mais o potencial de Lígia Mendes

Publicado há 2 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aposta da RedeTV! para alavancar sua programação noturna, o Tricotando ainda não disse a que veio. Mais um dentre os tantos programas de fofoca da emissora, a atração se debruça sobre os mesmos assuntos abordados também pelo TV Fama e A Tarde É Sua. Com isso, não explora o potencial de sua dupla de apresentadores, sobretudo Lígia Mendes, que poderia render bem mais.

Apresentadora com passagens interessantes por diversas emissoras, Lígia Mendes tem ainda um trabalho em rádio bastante expressivo. Sendo assim, ela leva para a RedeTV! sua experiência radiofônica. É possível perceber, em seu desempenho à frente do Tricotando, a sua habilidade em preencher espaços vazios sem perder o pique. Lígia saca comentários e colabora para que o ritmo do Tricotando se mantenha adequado. Sem dúvidas, trata-se de um talento adquirido no rádio, onde a voz é seu principal instrumento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, Lígia ainda tem a companhia de Franklin David, dono de um estilo mais contido. Porém, como há um contraste de personalidades, a dupla funciona bem. E o Tricotando ainda conta com colaboradores, como a sensitiva Márcia Fernandes. Ela é, sem dúvidas, o grande destaque da atração. Ou seja, o programa está bem servido de material humano. O que lhe falta é um conteúdo que justifique sua presença na grade.

Renovação

Uma saída interessante para o Tricotando seria justamente explorar mais seus apresentadores. Limitá-los a um eterno debate sobre as redes sociais dos famosos é um equívoco. Seria mais produtivo se o programa abrisse o leque para outros assuntos, ou contasse com mais convidados e entrevistas.

No ano passado, quando foi anunciada a presença da jornalista Rosana Jatobá no comando da atração, falou-se que foi prometido a ela uma revista variada, e não um programa de fofocas. Tanto que ela deixou o projeto ao constatar que se tratava de mais um programa sobre a vida alheia. Ou seja, poderiam retomar esta ideia inicial e fazer do Tricotando um programa de entretenimento mais amplo. Afinal, é um desperdício um programa contar com uma apresentadora de possibilidades como Lígia Mendes e não explorá-la adequadamente.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais