Parada, primeira fase de O Outro Lado do Paraíso se mostra desnecessária

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Numa outra ocasião, comentei aqui o quão pesada era O Outro Lado do Paraíso. O tom é depressivo, num desfile de personagens entristecidos pelos mais variados motivos. Pois tal diagnóstico também foi obtido pela direção da Globo, que começou a imprimir algumas mudanças na história, no intuito de alterar o quadro atual e, de quebra, elevar os índices de audiência.

Segundo informações diversas, algumas cenas previstas estão sendo suprimidas para que a história ande mais rápido e a segunda fase da novela, que dará um salto de dez anos, comece o quanto antes. Com o início da segunda fase, ficará mais fácil fazer a trama se estabelecer e conquistar o público.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Trata-se de um procedimento padrão para uma história que ainda tem trajetória instável. Mas fica a dúvida sobre a necessidade de terem esperado tanto tempo para identificar os problemas da história. Afinal, desde a primeira semana, O Outro Lado do Paraíso não vem mostrando fôlego na trama que pretende contar. Sabe-se que Sophia (Marieta Severo) armará para internar Clara (Bianca Bin) num hospício para poder explorar a mina de esmeraldas de seu avô. E que Clara, anos depois, conseguirá fugir e armará para se vingar da vilã.

Mas este plot vem sendo adiado em razão de cenas e situações que vão se repetindo. É Clara apanhando de Gael (Sérgio Guizé), é Elizabeth (Glória Pires) fugindo de Natanael (Juca de Oliveira), é Nádia (Eliane Giardini) disparando barbaridades preconceituosas, é Samuel (Eriberto Leão) tentando fugir de sua própria condição sexual… enfim, várias histórias que, até aqui, andam em círculos.

Na verdade, é o típico caso de novela dividida em fases, cuja fase inicial mais afasta do que atrai o espectador. A expectativa sobre o que virá é boa, mas a coisa simplesmente não chega. O Outro Lado do Paraíso tem a vantagem das fases serem separadas por um período curto de tempo, ou seja, não haverá a famigerada troca de elenco que ajuda a confundir o público. Mas, mesmo assim, a sensação de enrolação é bem grande.

Ou seja, a direção da Globo faz muito bem ao cortar as gorduras do texto e adiantar a história principal, já que não faz o menor sentido ficar enrolando e adiando os principais acontecimentos da trama enquanto nada acontece. Está bem claro que esta primeira fase de O Outro Lado do Paraíso não precisava ser tão grande assim. A demora em fazer as coisas acontecerem é que está dificultando e fazendo a trama não emplacar.

Saída de Amaury Jr. da RedeTV! marca o fim de uma era

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais