Após início promissor, Programa da Maisa tem final melancólico

A atração passou a atrapalhar o crescimento de sua apresentadora

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Num canal pouco adepto de novidades, o Programa da Maisa estreou no SBT como uma lufada de ar fresco na programação empoeirada do canal de Silvio Santos. A atração conseguiu rejuvenescer o clássico formato “programa de sofá”, além de dar um merecido espaço autoral a Maisa Silva, grande estrela da nova geração.

Badalado, o Programa da Maisa teve os holofotes virados para si em sua estreia festejada. Bons convidados, bate-papos interessantes e momentos inusitados chamaram a atenção do espectador. Entretanto, passado o fator novidade, o talk show logo começou a definhar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isso porque seu formato se revelou repetitivo e engessado. Em vez de aproveitar a espontaneidade de Maisa, seu programa entrou num círculo vicioso de quadros rígidos, do qual não conseguiu fugir. Todo sábado era a mesma coisa: os convidados participavam de esquetes cômicos, trocavam meia dúzia de palavras com a apresentadora, viam vídeos sobre suas carreiras e respondiam “haters” da internet. No fim, participavam de um game pouco elaborado.

Ou seja, no fim das contas, tanto fazia quem era o convidado do Programa da Maisa. E, pior ainda: tanto fazia quem era a apresentadora. Embora a atração levasse seu nome, havia muito pouco de Maisa em seu programa. Presa num roteiro, a jovem não conseguia levar para a TV o mesmo fascínio que exerce em suas redes sociais, por exemplo.

Por isso, Maisa Silva acabou tomando uma decisão acertada ao deixar o SBT. Com um programa que vinha minguando a olhos vistos, a apresentadora precisava de mais. Digital influencer, com filmes a estrear na Netflix e com muitas possibilidades de crescimento fora dos domínios de Silvio Santos, Maisa precisava se desamarrar do canal.

Importância do SBT

É preciso ressaltar a importância fundamental do SBT no desenvolvimento de Maisa. Ela surgiu como cantora prodígio do Programa Raul Gil, ainda na Record TV (e, depois, na Band), mas foi no canal de Silvio Santos que ela se estabeleceu e se firmou. Foi uma ousadia e tanto colocar uma menina de cinco anos para apresentar um programa ao vivo. Suas tiradas no Sábado Animado estão entre os primeiros grandes virais da internet.

Na emissora, Maisa ainda brilhou ao lado do próprio “patrão”, no divertido quadro Pergunte Para a Maisa do Programa Silvio Santos. Também passou pelo Bom Dia & Cia e se aventurou como atriz de novelas, em Carrossel e Carinha de Anjo. Ou seja, ela encontrou no SBT um espaço propício para dizer a que veio.

Com isso, cresceu tanto que se tornou maior que a própria emissora. Programa da Maisa entrou numa curva de irrelevância, que fazia pouco sentido dentro de uma carreira tão bem encaminhada. O SBT tem todos os méritos no crescimento de sua pupila. Mas é hora de deixá-la voar sozinha.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio