Ana Paula Renault é aposta assertiva no Triturando – e na televisão

Dotada de carisma, a apresentadora engrandece o Triturando e renova sua imagem

Publicado há 2 dias
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há exatos cinco anos o país conhecia aquela que viria ser uma das participantes mais marcantes da história do Big Brother Brasil: Ana Paula Renault.

Energética, carismática e expressiva, a ex-sister, hoje com 39 anos, em pouco tempo converteu-se em uma das figuras mais populares da televisão e, gostem ou não, voa mais alto do que um seleto grupo de personalidades lapidadas para o posto ao qual ela ocupa hoje.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É curioso, mas talvez nem mesmo a própria Ana Paula Renault tenha notado o quão valorosa e familiar é a imagem que ela imprime na tela. É como se ela tivesse acontecido na televisão muito antes do reality. Conseguimos abraçá-la em quaisquer circunstância, sem muita resistência; seja em novela, como repórter, participação em reality ou programa.

O formato do Triturando, levado ao ar ao vivo e com conteúdo variado, tem permitido que a mineira de Belo Horizonte trabalhe com o imprevisto, com o jogo de cintura e fortaleça seu poder de improviso, que são elementos fundamentais para quem trabalha na televisão. E podemos ver que ela tem de sobra esses requisitos por natureza.

Ana desenvolveu uma expertise que certamente é notória à direção da emissora de Silvio Santos, e claro, aos olhos do público. Algo muito próximo do que vemos com a própria Chris Flores, sua colega de atração e referência na profissão.

E entre os erros e acertos até sua chegada ao Triturando, a apresentadora acrescentou em seu currículo a 10ª temporada de A Fazenda, seu maior equívoco. De lá, saiu eliminada na terceira semana com 35,80% dos votos. Com essa experiência, muito provavelmente Ana Paula deve ter aprendido sobre quais convites aceitar para não cair em ciladas. Televisão tem muito disso, nem tudo vale a pena.

Mais adiante, ela virou colunista do portal UOL, mirou na internet e movimentou as redes sociais com opiniões e conteúdos de interesse deste público-alvo, que viu crescer e hoje soma mais de 2,5 milhões de seguidores no Instagram e 1,5 milhão no Twitter.

Da experiência no Vídeo Show e outras tantas oportunidades conquistadas ao longo dos anos, hoje é muito notório a evolução de Ana Paula Renault com a comunicação diante das câmeras, um mérito dela que precisa ser reconhecido.

Enquanto Ana se descobre cada vez mais como profissional de TV, nós somos agraciados com seu carisma e espontaneidade: dois fatores que também contam muito na formação de um bom condutor de programa.

Em tempo, foi muito assertiva sua integração ao Triturando. A soma de sua personalidade junto aos demais apresentadores foi um ganho interessante, e Ana Paula tem mostrado dedicação e desenvoltura numa tarefa difícil, que é a de se mostrar para o Brasil todas as tardes num programa ao vivo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio