Tadeu Schmidt no BBB: o que ele tem em comum com Bial e Leifert?

Novo apresentador compartilha de algumas experiências com seus antecessores. Veja o que os une!

Publicado em 10/10/2021 21:41
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite deste domingo (3), a Globo deve oficializar, dentro de instantes, que Tadeu Schmidt é o apresentador da nova edição do BBB. O novo comandante fará a sua estreia na 22ª temporada, substituindo Tiago Leifert, que esteve à frente das cinco últimas edições (2017-2021). Antes disso, o pioneiro, Pedro Bial, esteve no posto nas 16 primeiras temporadas, de 2002 a 2016. Mas você conhece os pontos em comum entre as trajetórias dos três apresentadores?

Schmidt segue a tradição e é o terceiro jornalista (com diploma!) a comandar a atração. O irmão do ex-jogador Oscar concluiu o curso de comunicação pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB/DF); Leifert, por sua vez, concluiu suas graduações – ele também tem diploma de Psicologia – pela Universidade de Miami. Bial frequentou as salas de aula da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PucRJ).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com Bial, ele compartilha a experiência de ser apresentador titular do Fantástico. Ele está no jornalístico desde 2007. Quatro anos depois, em 2011, ele passou a cobrir as folgas do antigo titular, Zeca Camargo. Até que em 2013, quando o colega aceitou o convite para assumir o Vídeo Show, Tadeu foi efetivado no posto.

Bial, por sua vez, tem uma trajetória igualmente longeva no dominical. Chegou à bancada em 1996 e só deixou a atração em definitivo em 2008. Quando assumiu o BBB, em 2002, ele passou a se ausentar do Fantástico entre janeiro e abril, meses em que o BBB esteve no ar.

Vale lembrar que, mesmo não repetindo a história dos colegas, Leifert também teve uma passagem breve pelo Fantástico, substituindo justamente Tadeu Schmidt no bloco de esportes enquanto ele estava de férias.

Paixão por esporte

Já com Leifert ele compartilha da paixão pelo esporte. “Quando tinha uma reportagem de esporte, naturalmente as pessoas me colocavam para cobrir, pelo meu passado e pelo passado da minha família. O esporte ficou mais fácil para mim, também, porque é mais fácil fazer reportagem, fazer jornalismo com aquilo que você conhece mais – e o que eu mais conheço, sem dúvida, é o esporte”, declarou o Jornalista ao Projeto Memória Globo.

Ao longo da carreira, foi titular do bloco de esportes do Bom Dia Brasil e apresentador eventual do Esporte Espetacular, até ser convidado a integrar a equipe do Fantástico. Cobriu diversas modalidades esportivas e participou das coberturas da Copa da Alemanha, em 2006, e das Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Leifert, por sua vez, sempre teve como meta profissional trabalhar no esporte da Globo. Entre 2009 e 2015, foi o titular do Globo Esporte São ´Paulo. Seu principal legado foi a adoção de uma linguagem mais descontraída, abolindo o uso do teleprompter.

Tadeu no Fantástico

Para Tadeu, o convite para o Fantástico foi o mais importante que recebeu na vida. ““Os gols, no Fantástico, eram um passo além do que fazíamos no Bom Dia Brasil. Eram histórias mais elaboradas, edições muito mais complicadas, havia muita música, muita arte gráfica, havia referências externas (como filmes ou outros arquivos), enfim, era muito mais caprichado, muito mais trabalhoso do que jamais havia sido feito.”

Tal qual Leifert, ele é conhecido por adotar um tom mais informal nos conteúdos que produz. É o idealizador de alguns dos quadros de maior sucesso da história recente do Fantástico, como o Bola Cheia e Bola Murcha, no qual os telespectadores enviavam vídeos de lances lindos ou bizarros de peladas de futebol.

Em 2008, criou os cavalinhos do Fantástico. É verdade que há quem não goste dos equinos, mas eles viraram febre entre os torcedores de futebol. Desde 2014, eles passaram a ser de carne e osso, ou melhor, de pelúcia, e até hoje seguem sendo um charme a mais no encerramento do programa.

Gostou deste texto? Siga-me no Twitter

Leia outros textos de autoria de Piero Vergílio

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio