Exclusivo

Ator recebe cantadas e recusa rolês para combater tráfico humano em Todas as Flores

À coluna, Luiz Fortes antecipa virada de Rominho em segunda parte de novela do Globoplay

Publicado em 13/04/2023

Luiz Fortes, o Rominho de Todas as Flores, sente pela primeira vez o gosto do sucesso em sua estreia em novelas. Na recém-lançada segunda parte da produção do Globoplay, ele está ainda mais misterioso para desmascarar a quadrilha de tráfico humano disfarçada de obra social.

Dedicado a incorporar o personagem, o ator precisou cometer “sacrifícios” na vida pessoal, como recusar rolês com os amigos no Rio de Janeiro. Em entrevista exclusiva à coluna, Luiz Fortes avalia que a renúncia foi sua escolha mais acertada.

“Sabia que teria que me preparar muito tanto fisicamente quanto psicologicamente. Quando vim ao Rio gravar, a galera me chamava direto para sair. Respondia: ‘Não tem como!’. A partir do momento em que tinha assinado o contrato e visto o personagem, precisei de um período de imersão para estar com o psicológico do personagem e conseguir lidar com isso, porque são muitas sequências de tensão, coisas pesadas. A oportunidade bate uma vez à porta e você tem que aproveitar. Quando eu acabava as cenas, falava comigo: ‘Dei o meu melhor’. Eu me entreguei, me esgoelei, chorei, gritei, estudei muito”, afirma.

Na trama mais densa de Todas as Flores, Rominho foi capturado pela quadrilha de tráfico humano sob a promessa de que conseguiria trabalho, porém foi escravizado e usado como reprodutor. Para tentar escapar com Jéssica (Duda Batsow), ele finge se aliar a Ciça (Samantha Jones), ex-amiga lobotomizada pela falsa fundação.

“Como telespectador, gosto muito de drama e suspense. Quando li a segunda parte, vi que era tudo o que eu queria fazer! Rominho tem uma ambiguidade muito grande. Tentei tirar o maior proveito desse conflito entre herói e vilão, entre ser humano”, explica.

Luiz Fortes no lançamento da segunda parte de Todas as Flores
Luiz Fortes no lançamento da segunda parte de Todas as Flores

Cantadas e “final secreto”

Revelado no teatro após abandonar a carreira no esporte, Luiz Fortes também atrai o público pelo porte atlético e o jeito de galã, a ponto de receber cantadas nas redes sociais. Ele também ouve conselhos de espectadores para Rominho, mas o destino do personagem já foi traçado por João Emanuel Carneiro.

“Muita gente me elogia por mensagem direta. Primeiro falam do trabalho e depois me elogia, como posso dizer… esteticamente. Nesta pausa, me mandavam textos enormes falando ‘você vai brilhar’, coisas que me incentivaram a melhorar. É muito importante ser querido pelo público. A galera não ficava brava pelo Rominho ter traído a Jéssica, mas dava conselhos: ‘Escolha o lado certo’, ‘Não fique com a Ciça, pelo amor de Deus’, como se eu fosse o personagem. Bastante gente dando em cima também, mas isso é normal. Estou focado em trabalhar para ter meu futuro”, diz, despistando sobre a intimidade.

Sobre o desfecho de Todas as Flores, nem adianta perguntar a Luiz Fortes ou a qualquer ator do elenco. Para evitar vazamentos, cada artista recebe apenas as suas falas e não tem acesso ao roteiro integral dos capítulos. Outra medida tomada pela direção da novela foi gravar cenas secretas com finais diferentes.

“Estamos falando de uma novela do João Emanuel, com ‘plot twists’. Então haverá surpresas. Li o final com a Duda e ficamos muito empolgados: ‘Meu Deus, o que está acontecendo?’. Foi um final totalmente surpreendente! Houve muitas cenas secretas. Nem todo mundo sabe o final”, antecipa.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.