Vítima de Infarto

Morre Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez

A informação teria sido divulgada pelo pastor Márcio Valadão, fundador da igreja que o ex-ator frequentava

Publicado em 07/11/2022

Morreu, neste domingo (6), aos 53 anos, Guilherme de Pádua. O assassino de Daniella Perez teria sido vítima de um infarto em sua residência, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A informação foi divulgada pelo pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha, em uma live no Instagram.

Pouco antes das 22h, recebi o telefonema de uma irmã falando de um dos nossos pastores que acabou de falecer. Pra mim foi um impacto muito grande, porque hoje de manhã eu dirigi o culto e ele estava com a esposa no primeiro banco. Ele praticou aquele crime tão terrível com a Daniella Perez, foi preso, cumpriu a pena e se converteu. Ele tava dentro de casa, caiu e morreu“, relatou o pastor em um vídeo que posteriormente foi deletado de sua conta no Instagram.

Quem é Guilherme de Pádua?

Guilherme de Pádua é nacionalmente conhecido pelo assassinato de Daniella Perez, que ocorreu em 1992, quando os dois contracenavam na novela De Corpo e Alma, de autoria de Glória Perez, mãe da saudosa bailarina e atriz, que moveu céus e terras para fazer justiça por sua filha, morta a tesouradas pelo ex-ator e sua esposa na época, Paula Thomaz, que mudou de nome e nega o crime.

O ex-artista foi condenado a 19 anos de prisão, dos quais cumpriu sete, deixou a cadeia, se converteu ao evangelho e anos depois se tornou pastor na Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte. O crime e seu nome voltaram a ficar em evidência após o lançamento do documentário Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez, disponível no HBO MAX.

Leia mais conteúdos da Coluna e do Colunista.