Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Agora no Globoplay

“Se eu tivesse que mudar de nome, teria que me chamar Nonô Correia”, declara Ary Fontoura

Para o ator, o avarento protagonista de Amor Com Amor se Paga é seu personagem mais popular

Publicado em 19/06/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Há quase 60 anos participando de novelas, várias delas muito marcantes na teledramaturgia brasileira, o ator Ary Fontoura já declarou qual foi seu papel de maior sucesso popular no gênero. Trata-se de Nonô Correia, o avarento protagonista da novela Amor com Amor se Paga.

Exibida originalmente em 1984 pela TV Globo, na faixa das 18h, a história escrita por Ivani Ribeiro chega ao catálogo do Globoplay nesta segunda-feira (20), cerca de um mês depois de ter sido encerrada uma reprise no Canal Viva. O expediente, aliás, tem sido comum – ou seja, mal sai do Viva, a novela entra no Globoplay.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Em depoimento concedido à série Grandes Atores, coprodução do Viva com Hermes Frederico exibida pela primeira vez em 2016, Ary Fontoura declarou o seguinte sobre o personagem, pão-duro de mão cheia: “Se eu tivesse que mudar de nome, eu teria que me chamar Nonô Correia. Até hoje, 30 anos após, as pessoas me falam dessa novela. Uma penetração incrível, para uma novela das 6 horas, uma novela modesta, e que parecia de horário nobre”.

Com o nome de Olegário, o personagem foi vivido por Gianfrancesco Guarnieri em Camomila e Bem-me-quer, que Ivani escreveu para a TV Tupi em 1972/73. A inspiração da autora para criar sua história foi O Avarento, obra teatral de Molière escrita há mais de 350 anos.

Nonô Correia vivia com a máxima economia, trancava a geladeira da casa com correntes e cadeados, queria que a empregada Frosina (Berta Loran) fizesse um frango render refeições para quatro adultos por uma semana e coisas do tipo. Isso tudo ainda que tivesse um cômodo secreto cheio de itens de valor, e vários imóveis alugados.

Vale lembrar que Ary Fontoura viveu outros papéis bastante populares em novelas idem, como Florindo Abelha em Roque Santeiro (1985/86), Coronel Artur da Tapitanga em Tieta (1989/90), Pitágoras Williams MacKenzie em A Indomada (1997) e Ludovico, o “Meninão”, em Chocolate com Pimenta (2003/04). Todas estão no Globoplay.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....
Pular para a barra de ferramentas Sair