Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Pai e filho

José Leôncio na novela Pantanal em 1990, Cláudio Marzo viveu papel duplo por acaso

Incidente durante as gravações fez com que o protagonista acumulasse papéis

Publicado em 12/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O remake da novela Pantanal está fazendo grande sucesso na faixa das 21h da TV Globo, mas as comparações com a versão original de 1990, da TV Manchete, e as lembranças em torno da primeira vez em que a saga da família Leôncio foi produzida, têm bastante força.

Uma característica marcante de Pantanal em 1990 foi a dedicação do ator Cláudio Marzo a dois dos personagens centrais da história. Na primeira fase, ambientada entre os anos 1940 e 1960, o veterano interpretou Joventino Leôncio, que inicia o clã de criadores de gado que tem prosseguimento com seu filho José Leôncio (Paulo Gorgulho).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Joventino desaparece misteriosamente em meio à mata, e se converte numa entidade sobrenatural protetora da fauna e da flora locais, o Velho do Rio. Cláudio Marzo seguiu em cena com esse personagem.

No entanto, com a chegada da segunda fase, o que no remake da TV Globo se dá nesta terça-feira (12), Marzo teve que acumular os papéis de pai e filho, ou seja, além de seguir na pele de Joventino, agora como Velho do Rio, o ator passou a interpretar José Leôncio em sua fase madura.

Isso ocorreu porque Carlos Alberto, escalado inicialmente para viver José Leôncio na segunda fase, sofreu uma queda de cavalo, ainda no início das gravações, e o fato acabou por impossibilitá-lo de continuar no projeto. O papel era muito grande e as gravações não podiam ser paralisadas para que ele se recuperasse.

Assim, como informa o pesquisador Elmo Francfort em seu livro Rede Manchete: Aconteceu, Virou História (Imprensa Oficial, 2008), o autor Benedito Ruy Barbosa e o diretor-geral Jayme Monjardim pediram a Cláudio Marzo que interpretasse os dois papéis: o de José Leôncio amadurecido e o de seu pai, agora Velho do Rio, que ele já viveria.

Na TV Globo, o Velho do Rio já aparece desde a primeira fase na interpretação de Osmar Prado, enquanto Joventino foi Irandhir Santos. Na segunda fase, Marcos Palmeira assume o papel de José Leôncio, que na fase mais jovem foi de Renato Góes.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....