Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Assanhada

Quem diria! Josefa humilha Dalva e releva passado asqueroso em O Cravo e a Rosa

Mãe de Heitor e Dinorá mostra que aproveitou a vida quando era jovem

Publicado em 29/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Josefa (Eva Todor) é uma das personagens mais carismáticas de O Cravo e a Rosa. A mãe de Heitor (Rodrigo Faro) e Dinorá (Maria Padilha) é desbocada e está sempre influenciando os filhos em suas armações.

Além de correr atrás de dinheiro, ela vive às turras com o genro, Cornélio (Ney Latorraca). Não é à toa que o aposentado vai armar até um sequestro para se livrar da megera. Entretanto, tudo dá errado.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Por outro lado, após Dinorá ser flagrada traindo o marido, ela e a mãe vão morar na pensão de Dalva (Bia Nunnes), prima delas.

Em meio à mudança, a mulher estará deixando o local com sua filha, Candoca (Miriam Freeland). Elas recebem uma herança e ficam ricas. Morrendo de inveja, Josefa aproveita a hora da posse para falar de seu passado.

Josefa revela passado asqueroso

Ao ver Dalva e Candoca tomando posse de sua casa e tendo que morar na pensão, Josefa não economiza nas palavras. “A minha filha enlouqueceu. Dinorá ficou louca, maluca!”, dispara, em relação ao caso da filha com Celso (Murilo Rosa).

Além disso, ela conta que Heitor foi passar uns tempos na fazenda com seu pai. O fato choca Dalva. “Com o pai? Mas a senhora dizia que era viúva!”, questiona.

Josefa dá uma gargalhada e ironiza. “Prima Dalva! Eu sempre soube que falavam de mim pelas costas! Pois fique sabendo de uma coisa. Tudo que falavam era verdade. Tudo e muito mais!”, revela.

Dalva fica surpresa e confirma que a prima sempre esteve na boca do povo. “A senhora não tinha marido e nunca soubemos que tinha casado…”, diz. Nessa hora, Josefa aproveita para contar seu passado.

Eva Todor em O Cravo e a Rosa

“Mas eu não casei. Eu fui a mulher mais linda da noite nessa cidade. É verdade! Eu dancei, eu cantei, eu tinha milionários aos meus pés! Eu trocava de namorados como quem troca de sapatos! E eles me davam presentes. Joias, muitas joias, perfumes franceses!”, expõe.

Candoca fica sem graça e pergunta se Josefa não tem vergonha do passado. Ela ri e diz que tem orgulho, além de aproveitar para humilhar Dalva.

“Vergonha eu tenho daquilo que não fiz. Eu tinha uma vida muito melhor que você, prima Dalva. Você era muito seca. Até o marido já perdeu. Aposto a minha vida que nem beijar direito você sabia!”, dispara.

Depois, completa. “Sempre foi tonta. Eu não. Eu vivi! E as alegrias que eu vivi eu guardo como um tesouro! E ninguém me tira!”, revela a assanhada.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....