Embuste

Insuportável, Tadeu leva choque de realidade e muda de vida em Pantanal

Peão descobre segredo e ouve conselho no final da novela

Publicado em 31/08/2022

Tadeu (José Loreto) se tornou um dos personagens mais insuportáveis de Pantanal. O embuste está irritando o público com atitudes péssimas.

Nos últimos capítulos, ele voltou a ser escroto com Zaquieu (Silvero Pereira). Mas, ao ser confrontado, apelou para cima do novo peão.

O filho bastardo de José Leôncio (Marcos Palmeira) não gostou da “audácia” do mordomo e partiu pra cima dele. Para defender o amigo, Alcides (Juliano Cazarré) entrou na briga.

Após uma cena deprimente e acusado por Alcides de “só falar bosta”, Tadeu foi se desculpar com Zaquieu, prometendo parar de tirar sarro do rapaz.

Tadeu (José Loreto) em Pantanal
Tadeu vira embuste em Pantanal

Entretanto, durante a noite, ele fez coisa pior: fez um jogo psicológico com Zefa (Paula Barbosa), tudo para obrigar a moça a perder a virgindade com ele.

A empregada caiu na conversa de Tadeu e cedeu. Mas se arrependeu, chorou nos braços de Filó (Dira Paes) e vai sofrer ao saber que o peão não quer compromisso sério.

Tadeu (José Loreto) e Zefa (Paula Barbosa) em Pantanal
Tadeu (José Loreto) e Zefa (Paula Barbosa) em Pantanal

Tadeu paga pecados

Mas tudo muda na reta final de Pantanal. Tadeu vai se tornar uma pessoa melhor após levar um choque de realidade.

O peão cai para trás ao descobrir que não é filho biológico de José Leôncio. Ele ouve tudo escondido durante uma conversa do fazendeiro com Filó.

Assim como na Pantanal de 1990, Tadeu foge do local, prestes a ir embora. Mas ele encontra o Velho do Rio (Osmar Prado) e ouve sábias palavras da entidade.

Tadeu (José Loreto) em Pantanal
Tadeu (José Loreto) em Pantanal

O andarilho convence Tadeu a voltar, pois é filho de coração de Leôncio. Além disso, o encoraja a mudar de vida, para se transformar em uma pessoa melhor.

E não dá outra. Após o papo com o velho, Tadeu volta para a fazenda. Ele perdoa Filó e pede Zefa em casamento, formando uma linda família com a mocinha.

Leia mais textos deste colunista.