Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Mau-caráter

Em Pantanal, Tenório revela passado sombrio relacionado a Maria Marruá: “Caçador de jacu”

Fazendeiro detalha golpe que deu na família da mulher-onça

Publicado em 18/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Pantanal, Tenório (Murilo Benício) mostra que é mau-caráter desde novo. Em conversa com José Leôncio (Marcos Palmeira), o fazendeiro revela detalhes de seu passado. Curiosamente, um dos fatos envolve a família de Maria Marruá (Juliana Paes).

O coronel conta sobre sua carreira e logo solta uma piada. “Meu negócio sempre foi comprar e vender terras. Desde mocinho. Eu comecei no norte do Paraná, muitos anos atrás, como caçador de jacu”, dispara.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A expressão irônica deixa José Leôncio encucado. Tenório debocha e diz que o termo se refere a corretor de terras. Entretanto, corretor que visa dar golpes em pessoas desinformadas.

“A gente chamava de jacu os trouxas que compravam terras sem examinar direito os documentos, as escrituras. A maioria eram pequenos sitiantes que tinham juntado um dinheirinho”, revela.

Tenório (Murilo Benício) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal

Tenório e a relação com Maria Marruá

Durante a conversa, Tenório detalha o golpe dado à família de Maria anos atrás. Por meio de flashbacks, o público vai entender a relação do pai de Guta (Julia Dalavia) com os posseiros.

Em Sarandi, no Paraná, ele vendeu terras para Gil (Enrique Diaz) e várias famílias. Todavia, os documentos não davam a posse a eles, por isso o verdadeiro dono pediu a reintegração.

A partir daí, o processo foi parar na Justiça. Com isso, Gil, Maria e Chico (Tulio Starling) perderam as terras e o dinheiro da compra. O fato culminou em um conflito e na morte do jovem.

“Eu ganhei muito dinheiro naqueles tempos. Na região do Sarandi, eu vendi terras adoidado. Mas aconteceu uns entreveros. Um coitado que perdeu todo o dinheiro, chegou a matar um grileiro!”, detalha Tenório, em referência à vingança de Gil pela morte do filho.

Gil (Enrique Diaz) e Maria Marruá (Juliana Paes) em Pantanal

O rapaz matou o grileiro dono das terras e fugiu com Maria para o Pantanal. Enquanto isso, Tenório já estava longe do Paraná. “Fiquei sabendo do caso pelos jornais”, conta para José Leôncio, que classifica o fato como safadeza. “Você não tinha culpa no cartório?”, questiona.

Mas Tenório nega, dizendo que era apenas intermediário. Enquanto isso, a vingança da família do grileiro culminou na morte de Gil e Maria. Já Muda (Bella Campos), filha do homem, pensa em matar Juma (Alanis Guillen) para acabar de vez com a raça dos Marruá.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....