Que situação!

Em A Favorita, Catarina cai para trás com comentário ignorante de Vanderlei: “Faça-me o favor!”

Cozinheira fica chocada com pensamento chucro do namorado

Publicado em 29/10/2022

A relação de Catarina (Lilia Cabral) com Vanderlei (Alexandre Nero) parece mesmo não ter futuro. Tanto que, no final de A Favorita, a cozinheira fica chocada com a ignorância do verdureiro.

Preocupada com a decisão de Stela (Paula Burlamaqui) em fechar o restaurante e ir embora da cidade, a dona de casa decide desabafar com o namorado.

Entretanto, ele só consegue deixar a mulher mais chateada. Chucro e sem filtro, o comerciante não pensa antes de falar e impressiona.

Catarina (Lilia Cabral) em A Favorita
Catarina Lilia Cabral em A Favorita

Ignorante e desnecessário

Para começar, Vanderlei diz que pretende ampliar sua mercearia. Catarina apoia, mas revela que pretende continuar no restaurante, pois ama cozinhar e aprendeu muita coisa com Stela.

“Agora eu cozinho com gosto, com prazer. As pessoas dizem que cozinhar é uma arte. Agora eu sei fazer essa arte!”, afirma, toda entusiasmada.

Mas o verdureiro joga água nos planos da namorada. “Mas essa história de cozinhar é uma arte é pra dono de restaurante cobrar mais caro”, dispara, deixando Catarina chocada.

Catarina (Lilia Cabral) e Vanderlei (Alexandre Nero) de A Favorita
Catarina Lilia Cabral e Vanderlei Alexandre Nero de A Favorita

“Pensa bem, eu vendo um quilo de batata a um real, um e cinquenta no máximo. No restaurante, a batata frita custa sete, oito reais! Se isso é arte, então eu também vou ser artista!”, diz.

Catarina cai para trás com a ignorância de Vanderlei. “Nunca pensei ouvir isso de você”, critica. Depois, dá uma aula. “Para uma porção de batata frita chegar até a mesa, você tem que lavar a batata, cortar, fritar, arrumar, gasta óleo, gás, mão de obra, água… Ô Vanderlei… Pelo amor de Deus! Faça-me o favor!”, diz, ainda horrorizada, deixando o matuto sem graça.

O canal do Observatório da TV está com novos vídeos. Inscreva-se para acompanhar!

Leia mais textos deste colunista.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade