Filmes e séries

NOVA TEMPORADA

JÁ DISPONÍVEL

Balanço financeiro

Mesmo com receita maior, Globo registra prejuízo em 2021

Conglomerado teve prejuízo operacional de quase R$ 174 milhões; em 2020, a emissora tinha obtido lucro.

Publicado em 31/03/2022

Num ano em que o mercado de televisão viu os investimentos em publicidade subirem em relação ao período anterior, a Globo conseguiu em 2021 manter seu crescimento no faturamento.

No entanto, a emissora registrou prejuízo operacional de quase R$ 174 milhões. Em 2020, a emissora havia obtido lucro.

O grupo todo, por meio da Globo Comunicação e Participações (GCP), registrou 15% de aumento no total das suas receitas em 2021.

O total faturado pela GCP foi de R$ 14,4 bilhões; em 2020, as receitas totais haviam sido de 12,5 bilhões. Os dados foram publicados no balanço financeiro nesta quinta-feira, 31.

O crescimento em publicidade subiu no ano passado 19% em relação a 2020, em consonância com o mercado de televisão (que cresceu 21%, segundo o Cenp-Meios).

Mas também houve uma aumento das despesas com vendas publicitárias, que saltaram de R$ 1,3 bilhão em 2020 para R$ 1.65 bilhão em 2021 – o item inclui a comissão que a Globo paga para as agências de publicidade, a título de incentivo de vendas.

Olímpiadas de Tóquio
Olímpiadas de Tóquio (Reprodução – Instagram)

Futebol e Tokyo 2020

Atrasos com o futebol de 2020 para 2021, bem como com as Olimpíadas do Japão (que passaram de 2020 para 2021), contribuíram para o impacto negativo no balanço.

Por tudo isso, gerou-se o prejuízo acumulado de R$ 173,89 milhões. Em 2020, o resultado havia sido um lucro de R$ 167,8 milhões.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Manuel Belmar, diretor financeiro da Globo, disse: “A Covid trouxe tantos eventos extraordinários que optamos por mostrar (no balanço) os resultados reais e fazer as explicações em notas ou em comunicados de imprensa”.

Ele continuou: “Estamos entrando 2022 livres desses impactos, então a comparação (trimestral e anual) vai ficar melhor a partir de agora em relação aos números pré-pandemia”.

Segundo a matéria do Valor, ainda o Globoplay subiu em 33% seu numero de assinantes em 2022, com faturamento 74% maior do que no ano passado. Tais índices não constam no balanço.

Belmar afirmou ao jornal que a plataforma de streaming obteve significativa melhora na sua operação desde o acordo com o Google para uso dos recursos na nuvem, por meio do Google Cloud.

Balanço

Nas notas do seu balanço financeiro, a Globo informa que a empresa entrou em várias renegociações, principalmente relacionadas aos direitos esportivos.

Como exemplo, cita o principal Campeonato Brasileiro de Futebol (Brasileirão), que tinha começado em agosto de 2020 e terminou em fevereiro de 2021, com um atraso de três meses.

Também citou os Jogos Olímpicos, que foram adiados por um ano, de 2020 para 2021.

O relatório financeiro explica que a Globo renegociou certas cláusulas financeiras de alguns acordos que poderão não ser praticáveis em um ambiente pós-COVID-19.

Ainda, destacou que na pandemia a Globo ampliou a grade de jornalismo, chegando a 11 horas consecutivas de programação ao vivo, já que algumas produções internas (novelas, séries e programas) tiveram sua produção interrompida.

Globonews segue aberta

Andréia Sadi
Andréia Sadi, repórter, comentarista e apresentadora na Globonews

Também, as notas detalham que a Globo abriu os sinais dos principais canais lineares de seu negócio de TV por assinatura, gratuitamente, para a maioria das operadoras no País, com o objetivo de levar informação e entretenimento aos seus telespectadores.

Segundo informa, “cada canal foi aberto por um período diferente, e o sinal da Globonews continua aberto ao público na data deste balanço, como forma de veicular informações durante a pandemia da COVID-19.”

Ainda, a Globo diz que o retorno à gravação de conteúdo de entretenimento nos estúdios de filmagem da Globo representou um grande desafio.

© 2023 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade