decisão

Você sabia? Justiça brasileira de 1996 tirou sarro do final de O Rei do Gado

Novela rural causou polêmica com decisão do juiz

Publicado em 19/05/2023

Sabia? Até a Justiça brasileira de 1996 ficou em choque ao saber quem matou Ralf. Marcos (Fábio Assunção) assume que é o assassino em O Rei do Gado e com isso aguarda o julgamento em liberdade. A hora de estar diante do juiz chegará em breve na reprise da Globo.

Interpretado por Paulo Goulart, o juiz da novela vai levar em consideração a defesa de Marcos, bem como a opinião do júri para decidir o que fazer com o réu.

Lembrando que Ralf já havia sido espancado por capangas de Orestes (Luiz Parreiras), marido de Suzane (Leila Lopes), mas o playboy quis vingar a mãe e o enterrou na areia. O mar terminou o trabalho e o afogou durante a madrugada.

Ralf (Oscar Magrini) e Marcos (Fábio Assunção) de O Rei do Gado
Ralf (Oscar Magrini) e Marcos (Fábio Assunção) de O Rei do Gado

Justiça e advogados criticaram O Rei do Gado

Marcos acaba sendo condenado, porém, não vai para a cadeia. No julgamento, a determinação do crime cometido por ele é ‘vilipêndio de cadáver’, uma pena leve, de apenas um ano de detenção e que pode ser cumprida em liberdade.

O crime pelo qual Marcos é condenado é de proporção bem menor a de um homicídio. Ele quer dizer que o rapaz somente mexeu em um corpo, ou seja, alguém já morto, com o intuito de depredar ou achincalhar.

Quando recebe essa sentença, Marcos fica extremamente aliviado e escolhe viver sua vida ao lado de Liliana e seu filho, que já terá nascido. Lembrando que Rafaela acaba perdendo o bebê que espera de Marcos após uma queda de cavalo.

Importante dizer que à época da exibição original de O Rei do Gado, muitos advogados e juristas foram a público para criticar a decisão do juiz na novela. Afinal, Marcos provocou a morte de alguém, mas mesmo assim não foi condenado por homicídio. O fato causou um escândalo.

Marcos (Fábio Assunção) em O Rei do Gado
Marcos (Fábio Assunção) em O Rei do Gado