VOTO ABERTO

Eleições 2022: Atores de O Cravo e a Rosa que votam em Lula para presidente

Parte do elenco da novela de Walcyr Carrasco declarou voto no ex-presidente

Publicado em 21/09/2022

O primeiro turno das Eleições 2022 acontece no dia 2 de outubro, poucos dias depois de O Cravo e a Rosa sair do ar na Globo.

Veja também:

    Escrita por Walcyr Carrasco, a novela original de 2000 alcançou o sucesso na nova faixa de novelas da tarde da emissora desde sua estreia, no fim de 2021.

    Com tanta repercussão, há muita gente que queira saber curiosidades sobre os atores da trama, como por exemplo a opção política para as eleições presidenciáveis deste ano.

    Falando do elenco de O Cravo e a Rosa, a maioria declarou voto em Lula (PT). E alguns se puseram contra o atual presidente Jair Bolsonaro. Confira a seguir.

    Bianca (Leandra Leal) e Edmundo (Ângelo Antônio) em O Cravo e a Rosa
    Bianca Leandra Leal e Edmundo Ângelo Antônio em O Cravo e a Rosa

    Leia mais: Como termina a novela O Cravo e a Rosa? Veja os finais felizes e tristes

    Confira quem vota no Lula em 2022

    Entre os atores assumidamente eleitores de Luiz Inácio Lula da Silva está Ângelo Antônio, o intérprete do professor Edmundo em O Cravo e a Rosa. Em entrevista à Veja, em julho deste ano, o ator reforçou seu voto no ex-presidente.

    “Eu vou votar no Lula, com certeza. Primeiro, eu acho muito bacana o cara viver o que ele viveu e dar essa volta por cima. É uma coisa que a gente precisa aprender como brasileiro. Dar a volta por cima de todas as adversidades que a vida nos coloca“, assumiu Ângelo Antônio, que também viveu Alcides na versão antiga de Pantanal.

    Leandra Leal também se declara eleitora de Lula, assim como em demais candidatos da esquerda brasileira, como Marcelo Freixo, candidato a governador do Rio de Janeiro em 2022. Filha da veterana Ângela Leal, ela viveu Bianca na trama da tarde da Globo e abre seu voto nas redes sociais. “Nosso presidente, nossa esperança”, escreveu ela em uma foto posada ao lado de Lula.

    Outra atriz de O Cravo e a Rosa que não segue o padrão ‘voto secreto’ é Drica Moraes, a vilã Marcela da novela, que há anos declara ser eleitora do PT (Partido dos Trabalhadores). Na última terça-feira (20) ela aproveitou para convocar seus seguidores. “FALTAM 13 dias pra gente votar no LULA!”, escreveu Drica em uma foto fazendo o L com os dedos, sinal de quem é eleitor do pernambucano.

    Drica Moraes é Marcela em O Cravo e a Rosa e declara voto em Lula em 2022
    Drica Moraes é Marcela em O Cravo e a Rosa e declara voto em Lula em 2022

    No time de veteranos, Ney Latorraca abriu seu voto em Lula pouco antes de estrear sua nova peça, agora no mês de setembro.

    A priori, o Cornélio da novela de Walcyr Carrasco votaria em Ciro Gomes (PDT), mas segundo o ator ‘não dá pra votar nele, senão enfraquece’. “E esse é um momento muito perigoso, há uma nuvem sobre a cabeça de todos nós que destrói a cultura. Precisamos reconstruir, então, sim, pode dizer que eu vou votar no Lula”, afirmou à Folha de S.Paulo.

    A Bárbara de O Cravo e a Rosa, Virgínia Cavendish, também não esconde que votará em Lula contra Jair Bolsonaro. Em seu Twitter, ela compartilha publicações do candidato do PT e de outros políticos de esquerda.

    Leia mais: Descumpriu a regra? Kerline detona Bolsonaro em A Fazenda 14

    Maria Padilha, Ney Latorraca e Virgínia Cavendish em O Cravo e a Rosa
    Maria Padilha Ney Latorraca e Virgínia Cavendish em O Cravo e a Rosa

    Leia mais: Calixto de O Cravo e a Rosa, ator enfrenta doença crônica: “Não sou inválido”

    Atores de O Cravo e a Rosa contra Bolsonaro

    Além dos atores que assumem seus votos há aqueles que decidem somente rechaçar o governo atual, liderado por Jair Bolsonaro (PL).

    Adriana Esteves, a protagonista Catarina, é uma delas. Apesar de não declarar ser eleitora de algum candidato à presidência, ela torce por uma escolha consciente e em prol da cultura brasileira. “Tenho certeza que nós vamos ter a vitória que a cultura merece, né? É nossa responsabilidade“, ressaltou a atriz.

    Lembrando que, no governo de Bolsonaro, o Ministério da Cultura perdeu autonomia e se tornou somente uma das secretarias do Ministério do Turismo.

    Já Tássia Camargo, que interpreta Joana na trama, quando morava no Brasil era seguidora assídua do PT e votante de Lula. Agora morando em Portugal, ela assume que não quer voltar, mas sempre faz postagens em suas redes sociais contra a atuação de Bolsonaro, como a ida dele ao velório da Rainha Elizabeth II.

    Outros atores de O Cravo e a Rosa declaradamente contra o presidente atual são Maria Padilha, Murilo Rosa e Eduardo Moscovis.

    Eduardo Moscovis é Petruchio em O Cravo e a Rosa e assumiu ser contra Bolsonaro
    Eduardo Moscovis é Petruchio em O Cravo e a Rosa e assumiu ser contra Bolsonaro

    Confira também: Você sabia? Acidente na Globo mudou a vida de Carlos Vereza, de O Cravo e a Rosa

    Leia outros textos desta colunista.

    © 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
    Site parceiro UOL
    Publicidade