Filho do Chaves apostou na popularidade de Sander Mecca, ex-Twister, para emplacar novela mexicana

Ídolo teen nos anos 2000, cantor participou de alguns capítulos da trama exibida pelo SBT

Publicado em 19/10/2021 12:44
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ano era 2001, quando Roberto Gómez Fernández, renomado produtor de novelas mexicanas e também filho de Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, escolheu o grupo brasileiro Twister para cantar o tema de abertura daquela que viria a ser sua nova novela na TelevisaEl Juego de la Vida, transmitida no Brasil pelo SBT como a substituta de Rebelde, com o titulo de A Vida é um Jogo.

À época, a boy band era formada por Sander Mecca, Leo Richter, Luciano Lucca, Gilson Campos e Alex Bandera. E após o estouro no Brasil com o hit “40 Graus”, o grupo alcançou grande êxito em outros países da América Latina depois de fechar contrato com uma reconhecida gravadora. A partir de então o Twister passou a fazer shows fora do Brasil arrastando uma multidão de fãs por onde passavam.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Grupo Twister nos bastidores da novela El Juego de la Vida (Reprodução: Televisa S.A.)

O quinteto chegou a abrir shows do ‘N Sync no México em um estádio com capacidade para 100 mil pessoas. Foi neste período que Roberto Gómez Fernández viu potencial para emplacar seu novo trabalho. A produção teve as estrelas daquele momento como protagonistas: Valentino Lanus, Sara Maldonado Ana Layevska era sensação entre a garotada.

Sander Mecca e seus companheiros de trabalho não somente cantaram o tema da novela como também fizeram uma participação especial e contracenaram com os atores durante alguns capítulos. Alguns desses registros podem ser encontrados com facilidade na internet.

“Eu lembro que foi uma fase muito legal, foi uma fase muito bacana que a gente viveu na época. Foi entre o primeiro disco e o segundo disco nosso aqui no Brasil. A gente já tinha lançado aqui o primeiro disco no Brasil e a gente foi pra lá fazer o mesmo disco, em espanhol, no México.

Aí o nosso produtor, o produtor musical do disco, que se chamava Christian de Walden, era um italo-americano. A gente, na verdade, gravou esse disco em Los Angeles. Não estávamos no México, seria voltado para o México e seria lançado lá pela Fonovisa e nos EUA onde haviam comunidades latinas.

Quando a gente gravou esse disco, gravamos as mesmas músicas que a gente tinha aqui no Brasil, em versões em espanhol. Aí, um belo dia, o Christian apresentou a música [El Juego de la Vida] e falou que ia ter uma novela sobre futebol, que tinha tudo a ver em ter uma banda do Brasil, o tema era futebol, o jogo da vida.

Enfim, aí ele levou o filho do Roberto Bolaños, o Roberto Gómez Fernández, que era o produtor geral da novela. Era o filho do Chaves, era muito parecido inclusive, falamos com ele da importância do personagem que o pai dele tinha criado.

Aí o Christian apresentou o Twister e a música que ele tinha criado pra essa novela, com a gente interpretando, e o Roberto adorou. Então a gente gravou uma faixa extra, que ficou como o tema da novela e a gente ficou feliz, muito feliz com isso.

Com isso a gente ganhou vários vezes a mais lá. Na verdade a gente voltou pro Brasil, tínhamos shows aqui. Aí a gente foi chamado de novo pra ir lá pro México, lançaram a música lá, lançaram na MTV, junto com a novela. Foi um grande sucesso por lá, fizemos vários shows, ficamos vários meses trabalhando no México fazendo essa campanha.

Participamos de alguns capítulos da novela, inclusive. Foi muito gratificante ter participado dessa fase toda e foi uma coisa que aconteceu, creio, pelo Christian ter conversado com o Roberto. A nossa gravadora no México, era a Fonovisa, que tinha ligação com a Televisa.

A gente deu uma grande sorte de estar, gravando um disco, uma banda brasileira que tinha uma certa projeção no Brasil e estava adquirindo a projeção fora do país e na época no lançamento de uma novela que se tratava de futebol. Ficamos muito felizes com isso e até temos boas lembranças dessa fase.  Somos muito gratos ao Roberto, Christian, Fonovisa, Televisa. Quando a novela passou aqui em 2007 também foi muito legal”, contou Sander Mecca ao blog Viva o Drama!

Mais da novela!

El Juego de la Vida é uma história original criada e escrita por Katia R. Estrada e Enna Márquez. Grande hit no México, principalmente entre o público jovem, a história foca na adolescência e nos dramas de quatro garotas que sonham em ser jogadoras de futebol.

Tudo isso, além das diferenças sociais, o descobrimento do amor, as dificuldades da vida, discutindo também, o assédio e o abuso de poder.

O título, El Juego de la Vida, em tradução livre seria O Jogo da Vida, como estava sendo divulgado pela imprensa. Chamadas do SBT anunciavam a novela com esse nome. 

Chegando o momento do registro no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), a emissora descobriu que esse nome ainda estava registrado em nome de um programa que fora apresentado por Marcia Goldschmidt na Band. Em cima da hiora foi rebatizada de A Vida é um Jogo.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio