Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Literatura e TV

No aniversário de Monteiro Lobato, relembre todas as versões do Sítio do Picapau Amarelo na TV

A obra já teve seis adaptações diferentes para a televisão

Publicado em 18/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O escritor Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1988 na cidade de Taubaté, no interior de São Paulo. Dono de uma vasta obra literária e de fundamental importância para a história da cultura brasileira, Lobato tem como obra máxima a série de livros do Sítio do Picapau Amarelo, que já teve inúmeras adaptações para a televisão.

Sítio do Picapau Amarelo narra as aventuras fantásticas que se passam no sítio de Dona Benta, avó de Narizinho e Pedrinho. As crianças, ao lado da boneca Emília e da espiga de milho falante Visconde de Sabugosa, protagonizam tramas cheias de magia, que contam com vários seres do folclore nacional como coadjuvantes.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com a riqueza dos personagens e do universo criado por Lobato, os livros do escritor não demoraram para chegar à TV. A primeira adaptação televisiva da obra foi ao ar em 1952, quando a TV brasileira tinha apenas dois anos. Produzida pela extinta TV Tupi, primeira emissora do Brasil, a série era exibida ao vivo, já que não havia videotape na época.

Nesta fase, Sítio do Picapau Amarelo era um programa semanal, exibido nas noites de quinta-feira, e tinha como único cenário a varanda da casa de Dona Benta. A atração ficou no ar entre 1952 e 1963, e teve Sidnéia Rossi, Suzy Arruda e Leonor Lambertini como Dona Benta, em diversas fases. Tia Nastácia era Zeni Pereira, e Lúcia Lambertini viveu Emília.

Novas emissoras

Elenco do Sítio do Picapau Amarelo na Band

Em 1963, a TV Tupi encerrou o Sítio do Picapau Amarelo, mas a atriz Lúcia Lambertini queria continuar vivendo a boneca Emília. Ela, então, leva a ideia para TV Cultura, que retoma a atração. Leonor Lambertini e Zeni Pereira também voltam a viver Dona Benta e Tia Nastácia.

Nesta fase, o Sítio do Picapau Amarelo teve apenas uma temporada de 36 episódios, que foram ao ar entre maio de 1964 e março de 1965. Porém, em 1967, foi a vez da TV Bandeirantes apostar na adaptação da obra, trazendo novamente Leonor Lambertini como Dona Benta.

Esta versão foi adaptada por Tatiana Belinky e dirigida por Júlio Gouveia, os mesmos que já haviam produzido antes a primeira versão da TV Tupi. No elenco, estavam Isaura Bruno (Tia Nastácia), Zodja Pereira (Emília), Silvinha Lanes (Narizinho), Adriano Stuart (Pedrinho) e Ewerton de Castro (Visconde de Sabugosa). Esta versão ficou no ar entre dezembro de 1967 e março de 1969.

Globo

Primeira versão do Sítio do Picapau Amarelo na Globo

Em 1977, o Sítio do Picapau Amarelo ganha a sua mais famosa versão, produzida pela TV Globo em parceria com a TVE Brasil. Os roteiros foram escritos por nomes de peso da teledramaturgia brasileira, como Benedito Ruy Barbosa, Marcos Rey, Silvan Paezzo e Wilson Rocha. A direção-geral e a idealização do programa foi de Geraldo Casé, pai de Regina Casé.

Exibido diariamente nas tardes do canal, o Sítio do Picapau Amarelo consagrou Zilka Salaberry como a mais famosa Dona Benta. Jacyra Sampaio e André Valli foram alguns dos atores a participar do seriado do início ao fim, como Tia Nastácia e Visconde de Sabugosa. Já Emília teve três intérpretes: Dirce Migliaccio, Reny de Oliveira e Suzana Abranches.

Esta versão do Sítio do Picapau Amarelo ficou no ar entre março de 1977 e janeiro de 1986, totalizando 1550 episódios. Atualmente, episódios desta adaptação estão sendo reapresentados no canal Viva.

Século 21

Versão de 2001 do Sítio do Picapau Amarelo

No início do século 21, o Sítio do Picapau Amarelo retornou à TV, numa nova adaptação da Globo. Nicette Bruno assumiu o papel de Dona Benta, enquanto Dhu Moraes deu vida à Tia Nastácia. Pela primeira vez, uma criança assumiu o papel de Emília: Isabelle Drummond, que se tornou um sucesso como a boneca atrevida.

Esta versão estreou em 2001 e, inicialmente, seus episódios eram baseados nos livros de Monteiro Lobato. Mas, em meados de 2002, o autor Walcyr Carrasco assumiu a autoria, e o Sítio passou a contar com tramas inéditas. A partir de 2005, nova mudança: o Sítio assumiu o formato de novela infantil, com uma trama que se estendia ao longo do ano, contando com grande elenco. Nesta fase, Suely Franco viveu Dona Benta.

Já com a audiência em baixa, o Sítio do Picapau Amarelo teve sua última grande reformulação em 2007, com a renovação de todo o elenco. Nesta fase, Bete Mendes viveu Dona Benta e Rosa Maria Colyn era Tia Nastácia. E ainda: Tatyane Goulart (Emília), Kiko Mascarenhas (Visconde de Sabugosa), Gésio Amadeu (Tio Barnabé) e Solange Couto (Cuca) completavam o elenco.

Contando todas estas fases, o Sítio do Picapau Amarelo ficou no ar entre outubro de 2001 e dezembro de 2007.

Animação

Personagens do Sítio em versão animada

Em 7 de janeiro de 2012, a Globo lançou uma nova versão do Sítio do Picapau Amarelo, desta vez em animação. A série animada do Sítio foi produzida pela Mixer, em parceria com a emissora, e contou com três temporadas, totalizando 78 episódios.

A atriz Gessy Fonseca foi quem deu voz à Dona Benta nesta fase, enquanto César Marchetti foi Visconde de Sabugosa. Já Tia Nastácia tinha a voz da atriz Patrícia Scalvi nas duas primeiras temporadas, e de Patrícia Pichamone na terceira. Larissa Manoela foi Narizinho na primeira temporada, substituída por Luiza Telles Rosa nas seguintes.

Além da Globo, o Cartoon Network também exibiu a série animada do Sítio do Picapau Amarelo, que ficou no ar até setembro de 2016.

Confira outros conteúdos da coluna e do colunista ou entre em contato

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....