“Quer paz? Se prepare pra guerra”, diz Wagner Montes Filho ao lançar canal no YouTube

Publicado há 4 anos
Por Rodrigo Teixeira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quer paz? Se prepare pra guerra” e “gratidão não prescreve” são duas frases que Wagner Montes Filho aprendeu com seu pai, comunicador, ícone da TV brasileira e apresentador da Record TV Rio Wagner Montes. “Waguinho”, como é conhecido o filho de Wagner Montes na política e nos bastidores da TV, disse que tem a frase sobre paz e guerra tatuada no corpo para nunca se esquecer do ensinamento paterno.

A chegada remodelada do filho de Montes à internet deixa claro que o jovem segue os passos do pai na política e agora no entretenimento ao lançar o canal no YouTube, “Na Aba”. #DoidoPraVerEssaNovidade

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O canal “Na Aba”, com Wagner Montes Filho, estreia na primeira quinzena de abril. #Sucesso

Outra paixão que “Waguinho” revelou com exclusividade ao #QueIssoGordinho foi seu amor à escola de samba Beija-Flor de Nilopolis e ao seu filho Enzo, que é o primeiro neto de Wagner Montes.

Sem mais delongas vamos conferir esse #PapoComOGordinho né, mores? #SegueOFluxo #Confira

#QueIssoGordinho: Qual é a reação das pessoas quando descobrem que o seu sobrenome Montes vem do seu pai Wagner Montes, que é ícone da TV brasileira?
Meu pai é uma pessoa muito querida, vejo isso quando me apresento. E olha, acabo me beneficiando desse carinho e respeito que ele tem, pois todos fazem questão de me abraçar e até tirar fotos. É difícil até segurar uma dieta, rs, pois chegam a me levar para dentro de suas casas, sua intimidade, para comer um bolinho de milho com manteiga e um refrigerante, aí já viu né?!?! Mas esse carinho não tem preço, é um dos motivos que faz eu amar a vida pública. Eu fico muito feliz e claro com muito orgulho do meu velhinho (quando ele ler essa parte, vou levar um esporro [risos]). Principalmente diante dos fatos que lemos diariamente nos jornais, ter um pai com 40 anos de vida pública e só ouvir elogios, tenho sim que ter muito orgulho!

#QueIssoGordinho: Seu pai te apoia na política. Te dá dicas e diz por onde seguir?
Sempre. Meu pai me apoia muito e, claro, estou sempre pedindo conselhos e opiniões em tudo que faço ou vá fazer. Não que eu não tenha segurança, mas são mais de quarenta anos de experiência, e como ele mesmo diz, já passou por poucas e boas, porque correr risco?! Melhor ir pelo caminho mais seguro, não acha?! É só isso, disponho de um puta professor em casa… Mas olha, ele me apoia, mas não passa a mão na cabeça. Quer um exemplo?! Vai vendo, uma semana depois que assumi na SETRAB ele desceu o cacete em mim no programa dele por causa das agências SINE, nem sabia direito ainda o que estava acontecendo, [risos]. E outra, filho não tem direito de resposta, tem é que resolver. [Risos]

#QueIssoGordinho: Waguinho, há quase dez anos você está na política. Me fale sobre a sua vida de gestor público. Muita responsabilidade?
Responsabilidade sempre, com certeza. E no meu caso, além da responsabilidade pela própria natureza da função eu também carrego o nome do meu pai. Tenho também responsabilidade nesse aspecto, entende? Sei que, de certa forma, eu tendo a ser a continuidade dele na cabeça das pessoas e quero fazer isso sempre da melhor maneira possível. Eu tenho essa pequena estrada, mas na verdade estou começando, né? Mas tenho muita vontade de transformar as coisas. Não falo apenas de melhorar a vida das pessoas, que entendo ser o principal objetivo de qualquer gestor público. Falo também de modificar nossa forma de fazer política, entende? Quando comecei em 2008 a trabalhar com campanha política, na época coordenando a campanha de um candidato a vereador em São João de Meriti, não imaginava que iria seguir os passos do meu pai, na vida política. Eu nunca tinha trabalhado nessa área. Mas eu sempre fui muito de me jogar por completo em tudo que faço, sabe? Quando fiz essa coordenação em São João, por exemplo, eu fui morar lá por sete meses, para estar mais próximo do trabalho, do corpo-a-corpo com os eleitores junto ao candidato com quem trabalhei na época e vou te dizer, é um trabalho apaixonante. Fiquei ainda mais encantado quando, dois anos depois trabalhei na campanha do meu pai, nas Eleições de 2010, onde ele obteve votação recorde de 528.628 votos. Estive ao lado dele em todos os eventos de campanha. Foi também uma excelente oportunidade de conhecer e expor minhas ideias para muita gente. E, não parei mais, o bichinho da política CORRETA, já tinha me mordido. E assim sigo trabalhando, e sempre seguindo as orientações e a linha do meu pai…

#QueIssoGordinho: Você tem o entretenimento e a TV no seu DNA. Algum projeto nessa área?
Eu sempre gostei da área da comunicação. Bem jovem cheguei a ter uma pequena publicação semanal voltada ao comércio onde eu ganhava um dinheirinho vendendo espaço para diversos anunciantes. Mas não me dediquei tanto a área quando mais jovem, ao contrário de agora, quando me sinto mais maduro para isso. Estou cursando jornalismo e procuro sempre que tenho tempo, fazer pequenos cursos na área. Acho até curioso, pois estou seguindo a trajetória oposta a do meu pai que migrou da comunicação para a política. Eu comecei na política e estou migrando para a comunicação. No ano passado, por exemplo, após conviver com a realidade das comunidades, tive a ideia de explorar o youtube e coloquei no ar um pequeno programa, o De Papo com Wagner Montes, onde procurei mostrar esses lugares de uma forma diferente, através dos vários projetos socioculturais que vi que são realizados pelos próprios moradores de lá. E foi uma experiência incrível porque tive ainda mais acesso a trabalhos maravilhosos com música, teatro, artes plásticas, com esporte, solidariedade, enfim, e pude mostrar isso, o que acho importante, pois imagino que posso ter ajudado a que aquelas pessoas tenham conseguido mais apoio. Fiz vídeos em vários locais como Rocinha, Complexo do Alemão, Rio das Pedras, Cidade de Deus e por ai vai. E fiz muitos amigos, com certeza. Mas, respondendo a tua pergunta, eu não tenho um projeto direcionado para a TV hoje, embora seja um meio que eu adoraria atuar. Como você mesmo disse, está no DNA. Uma coisa é certa, se essa possibilidade surgir, quero e vou estar mais do que preparado.

#QueIssoGordinho: Me fale do seu canal no YouTube “Na Aba”.
Olha, o projeto “Na Aba” está ainda no campo das ideias, sendo preparado com carinho. Surgiu de comentários feitos na época do meu programa De papo com Wagner Montes Filho, só pelo nome do novo projeto, já dá para imaginar quais foram os comentários, não é?! [Risos] Pois bem, resolvi aproveitar “o limão e fazer uma limonada”, vou brincar justamente com essa tentativa, de ir “na aba” e pegar carona na carreira do meu pai. Bom, por enquanto o que posso dizer é só isso, mas pode deixar que em breve vem coisa boa e engraçada e a gente vai se falando.

#QueIssoGordinho: Empreender na web é o futuro para jovens comunicadores?
Empreender na web não é mais só o futuro é o presente. Temos vários bons exemplos de pessoas ou grupos que até acabaram migrando para a TV e que permaneceram na web. Não acredito que a web supere a televisão, mas creio que se completem. A internet é um meio mais acessível, porém não basta apenas estar nela, é preciso vir com uma proposta interessante para ser abraçado pelo público. E também é muito arriscada, você sabe disso! Bom por enquanto é nela que eu sigo [risos]. Inclusive quero aproveitar aqui para dizer que meu irmão, Diego Montez, está com um canal sensacional no YouTube, vale a pena conferir, se chama TOPA TUDO POR DIEGO, um canal de entrevistas, atualidades e curiosidades! Sou suspeito, mas é incrível o canal! Vê lá…

#QueIssoGordinho: Pensa em algum projeto na TV pra você?
Como te disse não tenho agora um projeto voltado para a TV. Posso vir a ter amanhã ou semana que vem? [Risos]. Talvez, mas não tenho. Mas te digo, com certeza, que a TV é um veículo que gosto muito, e como falei lá atrás, tenho excelentes professores em casa. Portanto, o que quero, é me preparar para quando a oportunidade chegar! Sei que para mim, sendo filho de quem sou, é uma faca de dois gumes, como dizem, pois as comparações são inevitáveis. Mas não me preocupo com comparações, principalmente com o cara que mais admiro em minha vida! Pois não tenho a intenção de supera-lo, uma vez que na minha opinião ele e o melhor no que faz… Mas sim, seguir seus conselhos e ensinamentos para fazer minha estória da melhor forma possível!

#QueIssoGordinho: Voce tem um filho de nome Enzo. Sua alegria?
Tenho sim, Enzo hoje está com 4 anos. Ele é tudo em minha vida! Um criança abençoada, educada, saudável, ligada no 220v, como o pai [risos]. O maior presente que Deus poderia me dar. Me fez virar homem de fato! Poderia escrever aqui, páginas e mais páginas , mas só quem é pai sabe o que é esse sentimento. Então, tudo o que sinto, mostro na prática, procurando ser o melhor pai possível, pois é o mínimo que ele merece e meu dever! Só quero aproveitar esse espaço, e dizer que Papai vai estar sempre do seu lado e batalhando sempre pelo teu melhor! ( Hoje, ele ainda não lê, mas lá na frente, quero que saiba disso)

#QueIssoGordinho: Seu pai tem um carinho pela Beija-Flor e pelo Botafogo. E você?
Não sou muito chegado a futebol, mas quando falamos em Escola de Samba, realmente herdei a paixão pela Beija-Flor de Nilopolis. Claro que admiro e respeito todas elas, tenho um carinho especial pela Grande Rio, Portela entre outras… na verdade todas fazem parte de uma grande família, do carnaval carioca! O maior e mais belo evento do mundo!

#QueIssoGordinho: Uma frase que retrate seu momento atual de vida ou que te inspire.
Acho que posso reduzir a três palavras, me permite?! Feliz, completo e disposto.
Agora, existem algumas frases que uso no dia a dia, que aprendi com meu pai e procuro seguir sempre: “Quer paz? Se prepare pra guerra” e “gratidão não prescreve”.

*As informações e opiniões expressas nessa coluna são de total responsabilidade de seu autor.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais