“Sinto falta das tramas adultas”, revela Reynaldo Boury, diretor de As Aventuras de Poliana

Publicado há 3 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O SBT estreou As Aventuras de Poliana com grande êxito. A novela chegou a picos de 18 pontos em audiência na grande São Paulo e esteve nos trending topics do Twitter como um dos assuntos mais comentados. A equipe do Observatório da Televisão conversou com Reynaldo Boury sobre os desafios da nova trama infantil do canal de Silvio Santos.

Veja também:  As Aventuras de Poliana estreia com apresentação frenética da história e bons momentos dos protagonistas

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Boury ressalta a importância das tramas infantis do SBT e fala da responsabilidade em dirigir uma obra que é baseada num clássico mundial: “A novela que você vai fazer é sempre com uma responsabilidade muito grande. Foram três ou quatro novelas dirigidas ao público infantil com grande sucesso e esperamos que Poliana siga o mesmo caminho das outras”.

Reynaldo Boury e Larissa Manoela (Divulgação)

O Diretor ainda explica que a obra não pode ser extremamente fiel ao livro, “No livro só tem a história da Poliana. Não existem história paralelas no livro. Apenas citações de nomes, mas não são valorizadas. Na televisão você pra fazer vários núcleos para construir um elenco bom”, disse.

Leia Mais: As Aventuras de Poliana estreia bem e chega a picos de 18 pontos de Ibope para o SBT

Quando perguntado se tem saudades de dirigir uma trama adulta, Reynaldo Boury revela: “Sinto falta de fazer sim, mas é tão gostoso de fazer histórias de crianças e voltar ao meu tempo de criança. É muito interessante e gostoso. A equipe que me acompanha no SBT há seis anos é de muita qualidade”, explicou.

+ OBSERVATÓRIO DA TELEVISÃO

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio