Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
DEMOROU

Após desprezar fãs, Star+ lança a 6ª temporada de Private Practice

Série derivada de Grey's Anatomy estava incompleta desde a estreia do streaming, há mais de três meses

Publicado em 15/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Após uma aula de como desprezar assinantes, o Star+ lançou nesta quarta-feira (15) a sexta e última temporada de Private Practice (2007-2013). Desde a estreia do streaming da Disney, em 31 de agosto, a série filhote de Grey’s Antomy estava incompleta na plataforma. E nesse período o serviço não prestou esclarecimentos sobre a falha e nem sequer comunicou uma previsão de quando a leva final ficaria disponível.

O descaso com os fãs de Private Practice não parou por aí. Há ainda problemas de dublagem, alguns episódios têm áudio em português, outros não. Procurada pelo Observatório de Séries sobre esse problema, a resposta da assessoria do Star+ foi sonora e ríspida: “A Disney não vai se pronunciar.”

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Quem gosta de Private Practice, ou quer começar a vê-la, engoliu esses sapos, pois não há outra alternativa. O filhote de Grey’s Anatomy, protagonizado por Kate Walsh (a eterna Addison Montgomery), só está disponível no Brasil no Star+. 

Aliás, o streaming da Disney foi a primeira plataforma no Brasil a oferecer Private Practice no catálogo. E seria a experiência inédita da série com dublagem em português, porque durante as exibições em primeira mão na TV paga, no canal Sony, os episódios foram ao ar legendados.

Apesar disso tudo, a assessoria do Star+ (contato com a imprensa) e os administradores de contas nas redes sociais (contato direto com os assinantes) não cuidaram bem desse produto e deixaram todos no vácuo. 

O paciente de Private Practice, no sentido de ter calma para esperar algo, finalmente pode assistir aos últimos episódios da trama médica.

Conheça Private Practice

Criada em 2007, Private Practice pegou emprestada a ginecologista e obstetra Addison Montgomery para centralizar uma história diferente da série mãe. A médica deixou a cidade de Seattle e aterrissou em Los Angeles, trabalhando na clínica particular The Oceanside Wellness Group.

A dinâmica da atração é similar à de Grey’s, intercalando as histórias pessoais dos médicos com o atendimento que dão aos pacientes, sem esquecer dos emaranhados relacionamentos complexos no trabalho ou na vida particular.

Private Practice terminou há oito anos, após a exibição de 111 episódios. Na primeira temporada, chegou a ser a 15ª série mais vista nos Estados Unidos. O drama nunca teve um destaque em premiações, o máximo de relevante que conseguiu foi uma indicação a programa favorito do ano (2008) no People’s Choice Awards.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....