Resumo dos capítulos de Ouro Verde que vão ao ar nesta semana

Antônio agride Filardi ao murro por este se atirar em Rita

Publicado há um mês
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Resumo dos capítulos 333 a 338 da novela Ouro Verde, que serão exibidos de 17 a 22 de agosto de 2020, na faixa das 20 horas, na Band.

Segunda-feira (17) – Capítulo 333 de Ouro Verde

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Otelo diz a Maria Teresa que quer sair a bem do Ministério e ela sugere-lhe que conte que a sua mãe comprou o banco e o quer como presidente. Amanda é levada para o hospital, onde confessa a Jorge que tentou se matar, para choque de Jorge, José, Mônica e Antônio. José quer levar Amanda para a sua casa, mas ela recusa.

Rita destrata Laurinda e Maria Teresa a ajuda a se arrumar para a festa. Gonçalo encontra uma cópia do caderno de Pezão. Bia confronta Miguel com a doença dele, mas Miguel ainda tenta negar e Bia não lhe dá hipótese. Mais tarde, Bia diz a Jorge que o pai tem uma doença incurável e vai morrer.

Terça-feira (18) – Capítulo 334 de Ouro Verde

Jorge garante a Bia que nunca quis a morte de Miguel, pois já o teria feito se assim fosse, mas sempre desejou que ele sofresse, vendo agora a justiça divina funcionar. Mônica fica indignada ao saber que foi usada por Otelo no caso do banco.

Gonçalo é assediado por Laurinda, mas consegue livrar-se dela para dizer a Sérgio e a Lúcio que tem uma cópia do caderno de Pezão. Jorge pede Bia em casamento e os decidem casar-se na “Ouro Verde”. Tiago acusa Pedro, de ser um homem sem princípios.

Quarta-feira (19) – Capítulo 335 de Ouro Verde

Sebastião conta a Jorge que leu a carta de Ramos de Almeida, onde este acusava Miguel da morte da família de Jorge, que fica chocado, assim como Bia. Bia inquire Sebastião, que admite ter lido a carta, mas que a mesma não servia de prova e era uma bomba contra a família.

Sebastião diz a Jorge que Miguel certamente não agia sozinho e que provavelmente Otelo era cúmplice dele. Antônio agride Filardi ao murro por este se atirar em Rita. Maria Teresa diz que o sobrinho ainda gosta de Rita. Lúcio consegue a cópia do caderno de Pezão e pede a Sérgio que decifre aquilo.

Quinta-feira (20) – Capítulo 336 de Ouro Verde

Miguel é procurado por Jorge, que diz que sabe que ele sofre de esclerose lateral amiotrófica. Sebastião vai ao encontro de Lúcio e diz que quer se entregar. Miguel acusa Jorge de sempre ter querido o matar, mas Jorge nega isso, afirmando que o queria ver sofrer e que a vida se encarregou de fazer justiça com ele.

Sexta-feira (21) – Capítulo 337 de Ouro Verde

Sebastião confessa a Lúcio que mentiu acerca da carta de Ramos de Almeida, pois a leu antes de destruir, confessando que veio se entregar pela morte de Joaquim, já que foi ele que o estrangulou. Bia pede a Amanda que perdoe José, mas Amanda está muito magoada.

Miguel avisa a Bia que Jorge lhe foi esfregar a sua doença na cara. No banco, Jorge acusa Otelo de estar envolvido na morte dos seus pais e de Ramos de Almeida. Otelo nega a Jorge ter qualquer envolvimento na morte da família deste, mas Jorge diz ter provas.

Sábado (22) – Capítulo 338 de Ouro Verde

Jorge revela a Antônio que Miguel sofre de esclerose lateral amiotrófica. Lúcio recusa-se a prender Sebastião, que procura José para lhe contar que foi ele quem matou Joaquim.

Tomás pede ajuda a Mônica para que o pai conte a verdade. Otelo procura Miguel, a quem conta de Jorge, e os dois acham que é melhor matarem Jorge, com Miguel a encarregá-lo disso, acrescentando que foram Otelo e Maria Teresa que mandaram a coroa de flores.

Sebastião revela a José que matou Joaquim. Miguel garante a Otelo ter a certeza de que ele e Maria Teresa são os responsáveis pelo envio da coroa de flores. Otelo e Miguel trocam ameaças.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de Ouro Verde.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais