Streaming

Versão original de A Usurpadora estreia em novembro no Globoplay

Gabriela Spanic é a protagonista da trama mexicana

Publicado em 01/11/2021

Os sucessos mexicanos vão continuar abastecendo o catálogo do Globoplay nos próximos meses. Neste recém-iniciado mês de novembro, será a vez de a versão clássica de A Usurpadora, produzida pela Televisa em 1998, desembarcar no acervo da plataforma de streaming do Grupo Globo.

A inclusão foi confirmada nesta segunda (1º) pelo serviço on demand, que por enquanto não divulgou o dia exato do lançamento da novela. Especula-se que, assim como foi feito com Marimar, os 120 capítulos originais da obra sejam divididos em duas partes, as quais serão publicadas em datas diferentes.

A Usurpadora conta a história de Paulina Martins (Gabriela Spanic), uma jovem humilde que reside no litoral do México e tem sua vida mudada ao descobrir-se idêntica à rica e perversa Paola Bracho (Gabriela Spanic).

Disposta a fugir com um amante, Paola acusa Paulina de um crime que esta não cometeu a fim de poder chantageá-la e obrigá-la a assumir sua identidade na casa do marido da vilã, o empresário Carlos Daniel Bracho (Fernando Colunga). Ocorre que, com a convivência diária, Paulina acaba se apaixonando por ele.

A Usurpadora ganhou em 2019 um remake em formato de série, com várias adaptações na história e a presença de Sandra Echeverría nos papéis de Paola e Paulina. Esta versão da narrativa encontra-se atualmente em exibição pelo SBT, onde vem amargando fraquíssimos índices de audiência.