culpada?

Terra e Paixão: Irene fala demais e deixa escapar detalhe importante sobre morte de Agatha: “Assassinos”

Marino confronta a vilã

Publicado em 22/12/2023

Nos próximos capítulos da novela Terra e Paixão, Irene (Gloria Pires) é confrontada por Marino (Leandro Lima), que segue com a investigação sobre o assassinato de Agatha (Eliane Giardini). Nesse momento, ela acaba revelando uma pista crucial.

Veja também:

    Desconfiado da possível participação da vilã no crime, Marino solicita um encontro com ela na delegacia. Durante a conversa, ele revela que descobriu que, na noite do crime, Agatha havia solicitado ao seu advogado, Frazão (Álamo Facó), que convocasse a imprensa para fazer uma denúncia.

    “Eu acabo de descobrir, por meio do então advogado da Agatha, que a denúncia dizia respeito à senhora. Na noite em que morreu, a Agatha ia revelar que Irene La Selva havia cometido um crime. Que denúncia era essa? O que a Agatha tinha de tão grave para contar sobre a senhora, dona Irene?”, quer saber o delegado.

    Irene fica sem saber o que falar e o delegado insiste em saber a verdade. “Eu não faço a menor ideia! Aquela mulher era desequilibrada e cheia de artimanhas. Com certeza, isso tudo era só mais uma das armações dela contra mim”, argumenta a ex de Antônio (Tony Ramos).

    Curiosamente, ela foi assassinada minutos antes de fazer a denúncia. Diante disso, dona Irene, a senhora parece ser a pessoa com mais motivos para querer a Agatha morta”, devolve Marino. Irritada, a vilã se levanta para ir embora e diz que Marino precisa investigar melhor essa história.

    Passar bem. Espero que você encontre logo esses assassinos. Boa noite”, dispara. Conforme o texto da novela, a vilã pronunciará a palavra “assassinos” no plural por engano. No entanto, Marino não percebe esse detalhe.

    © 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
    Site parceiro UOL
    Publicidade