Pilatos se dá mal após ordenar genocídio

Longinus é designado para ocupar interinamente seu lugar

Publicado há uma hora
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pilatos (Nicola Siri) pagará caro por seu autoritarismo nos capítulos finais de Jesus. Após ordenar o genocídio de judeus e samaritanos, o marido de Cláudia (Larissa Maciel) perderá o controle da Judeia e terá de dar explicações de seus atos diante do imperador César.

Tudo começa quando um mensageiro de Roma vem trazer uma correspondência do cônsul Lúcius Vitélius ao governador. “Malditos! Os samaritanos se queixaram com Vitélius. Isso só aconteceu porque estou cercado por incompetentes, imprestáveis!“, brada Pilatos, furioso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E a derrocada do vilão não termina aí. “Marcelo foi designado por Vitélius para administrar a Judeia em meu lugar. Enquanto ele não chega, você, centurião, ficará responsável por este lugar“, explica o pai de Helena (Júlia Maggessi) a Longinus (Sacha Bali), olhando-o cheio de ódio e de ira.

Sentindo-se humilhado, Pilatos grita com Longinus, com Chuza (Tadeu Aguiar) e todos os presentes, exigindo que saiam e o deixem sozinho. O marido de Joana (Anna Lima) obedece, mas sem dissimular o sorriso em seus lábios por testemunhar a derrotada do perseguidor dos cristãos.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de Jesus.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio