Juliana suspeita que quilombolas tenham matado Custódio

Tito Pardo pede que ela tenha cautela com as acusações

Publicado há 4 meses
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A morte de Custódio (Antônio Petrin) promete movimentar os próximos capítulos de Escrava Mãe, na Record TV. “Eu ouvi, Tito, eles falando que iriam matar o coronel”, fala Juliana (Gabriela Moreyra) em conversa com Tito Pardo (Nill Marcondes).

“Eles disseram isso por terem pensado que o coronel tinha atacado o quilombo”, justifica Tito Pardo, que continua: “Eu peguei os homens aqui, falei com o líder de lá e expliquei que o coronel era um homem bom”, recorda Tito.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“E mesmo assim eles mataram o coronel”, lamenta Juliana. “Não tem como saber, nós só não podemos entregar nossos irmãos quilombolas, eles já sofrem por demais. Os senhores têm eles como bandidos e a única coisa que eles querem é a liberdade”, aponta Tito Pardo.

“E se um deles invadiu o quarto pela janela?”, pergunta Juliana. “Se alguém fez isso eu vou saber, eu vou voltar no quilombo, vou achar a garrucha do coronel, vou descobrir a verdade, mas até lá você não pode entregá-los os para o capitão”, diz Tito Pardo.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de Escrava Mãe.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio