Juliana suspeita que quilombolas tenham matado Custódio

Tito Pardo pede que ela tenha cautela com as acusações

Publicado há 19 dias
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A morte de Custódio (Antônio Petrin) promete movimentar os próximos capítulos de Escrava Mãe, na Record TV. “Eu ouvi, Tito, eles falando que iriam matar o coronel”, fala Juliana (Gabriela Moreyra) em conversa com Tito Pardo (Nill Marcondes).

“Eles disseram isso por terem pensado que o coronel tinha atacado o quilombo”, justifica Tito Pardo, que continua: “Eu peguei os homens aqui, falei com o líder de lá e expliquei que o coronel era um homem bom”, recorda Tito.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“E mesmo assim eles mataram o coronel”, lamenta Juliana. “Não tem como saber, nós só não podemos entregar nossos irmãos quilombolas, eles já sofrem por demais. Os senhores têm eles como bandidos e a única coisa que eles querem é a liberdade”, aponta Tito Pardo.

“E se um deles invadiu o quarto pela janela?”, pergunta Juliana. “Se alguém fez isso eu vou saber, eu vou voltar no quilombo, vou achar a garrucha do coronel, vou descobrir a verdade, mas até lá você não pode entregá-los os para o capitão”, diz Tito Pardo.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de Escrava Mãe.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais