Túlio relembra ameaça de morte em jogo de futebol

Publicado há um ano
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na tarde desta quinta-feira (19), os peões de A Fazenda participaram de uma atividade dinâmica intitulada Talk Show Rural. Cada participante sorteava um colega para ser entrevistado com três perguntas e uma coringa preparadas pela produção. Em seguida, o entrevistado trocava de lugar com o apresentador, sorteando um novo convidado.

O ex-jogador de futebol, Túlio Maravilha, foi entrevistado pela ex-Miss São Paulo, Sabrina Paiva. Túlio se dirigiu ao cenário dançando, enquanto os colegas cantavam Túlio Maravilha, no ritmo de Trio Maravilha, de Jorge Ben Jor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre as perguntas feitas por Sabrina ao craque, um episódio que marcou a carreira de Túlio: uma ameaça de morte feita ao jogador antes de entrar no campo. O peão confirmou a história e contou aos colegas que foi em 2003, disputando um campeonato da Série C.

“Era mata mata. Teve um jogo na Serra Dourada (em Goiânia) e o retorno em Ituitaba (MG)”, contou o participante, que disse que ainda durante o aquecimento, um torcedor entrou no vestiário com um revólver e começou a dar tiros para cima.

“O cara era rústico e tinha um chapelão. Ele dizia que se alguém ganhasse lá ninguém sairia vivo do estádio”. Depois de ver o cara sendo levado para fora pelos seguranças, Túlio se preparou para o jogo, que acabou nos pênaltis.

Com o placar empatado, ele foi escalado para ser o último a tentar um gol, mas na hora de chutar a bola, se deparou com o mesmo homem atrás da trave. “Ainda bem que eu errei o pênalti, senão não estaria aqui hoje”, disse.

Copa do Mundo

O ex-integrante do Corinthians também foi perguntado sobre o maior arrependimento pessoal e profissional. “Pessoal não tenho. Sou realizado com minha família, tenho cinco filhos que amo, só poderia ter aproveitado mais eles quando jogava”, disse.

Já profissionalmente, Túlio contou aos colegas que seu arrependimento é não ter disputado uma Copa do Mundo. “Faltou isso na minha carreira profissional e lamento, mas consegui fazer mil gols, o que é muito difícil hoje. Que sirva de exemplo pra esses jovens se relacionarem através do esporte”.

Confira mais informações, curiosidades, e tudo o que acontece em tempo real em A Fazenda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais