Tiago Leifert revela como surgiu a ideia de convidar famosos para o BBB: “Jogo sempre vivo”

O apresentador também relembrou participantes marcantes

Publicado em 20/12/2021 11:32
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após anunciar sua saída da Globo e, consequentemente, deixar o comando do Big Brother Brasil, Tiago Leifert falou sobre as cinco edições do reality que comandou e contou como participantes já conhecidos passaram a fazer parte do confinamento.

Em conversa com a revista GQ, o apresentador disse que concorda com a vitória dos participantes de todas as edições e relembrou outros que o marcaram. “O Ilmar no ’17’ era muito bacana. No ’18’, acho que tenho um carinho gigantesco pelo elenco inteiro“, iniciou.

E completou: “Lamento pelo ’19’, pois os grandes jogadores saíram cedo demais. No ’20’, o Prior foi muito importante, assim como o Babu, mas o ’20’ foi o programa das mulheres. No ’21’, o Gil foi muito bom”, lembrou. Sobre a edição de 2019, Leifert pondera que Paula von Sperling, a vencedora, “levou o programa nas costas“.

Graças a isso, a partir do ano seguinte, participantes já conhecidos pelo público começaram a ser convidados para entrar no confinamento e compor o grupo Camarote. “No ’19’, os grandes jogadores saíram cedo demais. A forma como fizemos o ’20’, de misturar convidados e anônimos, foi uma ideia que nasceu por causa do ’19’. Queríamos uma maneira de manter o jogo sempre vivo, com pessoas competitivas”, revela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio