Tarcísio Meira diz que Globo era “pobrinha” no começo: “Fui até ganhando menos”

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Conversa com Bial, Tarcísio Meira, que está com 84 anos, falou sobre os 60 anos de carreira na TV e relembrou como foi o começo da Globo, que naquela época deu um passo muito ousado: iniciar a produção de novelas.

“Doutor Roberto [Marinho] teve a audácia de fazer novela. A Globo era pobrinha, fazer novela era uma coisa cara, era muito mais fácil ter filmes, seriados americanos, como as outras emissoras”, contou o veterano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O Boni [José Bonifácio de Oliveira Sobrinho] me chamou e eu fui até ganhando menos do que eu ganhava. Dinheiro nunca foi importante, mas eu acreditei na força do projeto, na novidade”, destacou o artista.

O astro entregou que na época que estava na Excelsior, fugia de fazer folhetins. “Era uma experiência muito romântica, muito água com açúcar. A gente reagiu contra. Fui me queixar para o Boni, que nem era da Excelsior, comentei que não estava gostando, ele disse: ‘Você está enganado, vai fazer um grande sucesso’. O ibope se multiplicou por três em alguns dias. De repente percebi que a novela era um teatro popular, que podia a ser de muito boa qualidade”, opinou.

Com relação ao longo casamento com Glória Menezes, o famoso foi só elogios. “A gente se gosta muito, se curte muito. Restaurante, cinema, teatro, a gente sai, não fica muito em casa”, concluiu Tarcísio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais