Substituta no Encontro, Fernanda Gentil diz que a atração tem mais “sua cara” que o Se Joga

A apresentadora falou sobre o desafio de substituir Fátima Bernardes

Publicado há 19 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alçada ao posto de substituta de Fátima Bernardes em seu programa Encontro, Fernanda Gentil tem mostrado muito traquejo na condução do matinal. E não se trata apenas de uma impressão: a apresentadora revelou que o formato da atração a agrada muito.

Numa live promovida pela revista Quem, Fernanda falou sobre o atual trabalho na Globo. “O Encontro, no entretenimento, é o formato que mais me agrada fazer e o que eu mais me encaixo. Se Joga era um outro formato, não é muito a minha cara. Encontro é o formato que eu curto mais, e isso está sendo notado. Eu fico à vontade com esse formato de entrevista, de falar coisas sérias e depois poder brincar um pouco mais. Dar uma respirada e cobrar ao mesmo tempo, prestar um serviço”, confessou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, Fernanda não conseguiu driblar o nervosismo ao assumir tal responsabilidade. Mas ela revela que a própria Fátima Bernardes a tranquilizou. “Assumi o Encontro numa segunda-feira. No domingo, eu em casa, tensa, nervosa, cheia de herpes e asma, rezando, ela me mandou uma mensagem. Ela parou o domingo dela pré-férias para perder o tempo dela para falar comigo. Quem sou eu na fila do pão na vida dela? Me desejou boa sorte e falou para eu me divertir”, revelou.

A apresentadora, aliás, não economizou elogios à titular do Encontro. “Nunca escondi minha admiração por ela. Sempre falei publicamente. Não tem como a pessoa ser jornalista, principalmente da minha geração, e não admirar e acompanhar a carreira dela. Admiro não só como jornalista, mas como mulher e mãe”, disse.

Fernanda Gentil foi uma das grandes revelações do jornalismo esportivo da Globo dos últimos anos. O jeito descontraído a levou a trocar o esporte pelo entretenimento da emissora em 2019. Seu primeiro projeto na nova área foi o vespertino Se Joga, que não emplacou em audiência e foi duramente criticado. A atração saiu do ar no início da pandemia, e não se sabe se ela retornará.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio