SBT mobiliza equipes de jornalismo para cobertura do julgamento do Caso Bernardo

Publicado há 2 anos
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O SBT imobilizará equipes de jornalismo para realizar a cobertura do julgamento do caso do menino Bernardo, na segunda-feira (11). Pelo menos dez profissionais da emissora estarão em Três Passos, no noroeste do Rio Grande do Sul, acompanhando a audiência.

Veja também: Produtor da cantora Pepita é vítima de homofobia em São Paulo

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na época, o corpo do garoto foi encontrado enterrado em um matagal na cidade de Frederico Westphalen. O local fica no norte do Rio Grande do Sul, a 80 quilômetros de Três Passos. Quatro pessoas serão julgadas pelo crime.

As equipes dos repórteres Andrei Rossetto e Bruna Ostermann farão reportagens especiais e entradas ao vivo para os jornais: Primeiro Impacto; SBT Rio Grande; SBT Rio Grande 2 edição; SBT Brasil e SBT Notícias.

Nos estúdios, comentaristas vão analisar o julgamento. Além de explicar como funciona o júri popular de um dos assassinatos mais chocantes do Rio Grande do Sul e do Brasil.

As redes sociais do SBT também serão abastecidas com vídeos e informações com a atualização do caso. “O fato é importante. O caso é de repercussão nacional e o jornalismo do SBT estará presente divulgando conteúdo em tempo real na TV e nas redes sociais”, afirma Danilo Teixeira, editor regional da emissora.

O julgamento dos quatro réus do assassinado de Bernardo Boldrini começa na segunda-feira (11), no Salão do Júri da Comarca de Três Passos. Com 28 testemunhas arroladas, a previsão é que o julgamento dure até uma semana.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais