Quatro programas que tiveram vida curtíssima na televisão, assim como o Fala Zuca, da RedeTV!

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A televisão brasileira costuma ser uma das mais imprevisíveis do mundo, justamente pelo imediatismo de muitos executivos, e a falta de planejamento de algumas das nossas grandes redes.

É o caso do Fala Zuca, programa que Celso Zucatelli comandou por apenas um mês na RedeTV!. Ele começou no fim de fevereiro e terminou exatamente um mês depois, ao fim de março – Zucatelli acabou saindo da emissora também.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Assim como Celebridade, veja cinco novelas que foram grandes sucessos, mas fracassaram na reprise

Nesta lista, o Observatório da Televisão mostra para você quatro programas que tiveram vida curtíssima na TV, assim como o jornalístico da RedeTV!.

Veja a lista completa:

1 – Sociedade Anônima (Globo) – ano: 2001

Muita gente pensa que a Globo não erra. Erra sim. Menos que as suas concorrentes, é verdade, mas erra. Em 1999, a emissora contratou o VJ da MTV Cazé Peçanha, que era um sucesso com o programa Teleguiado.

Cazé veio numa leva de apresentadores que a Globo contratou naquele ano, como Ana Maria Braga, Luciano Huck, Serginho Groisman, Jô Soares, entre alguns outros nomes.

De todos, Cazé teve seu projeto estreado por último e de forma bem mais arriscada. O Sociedade Anônima era uma mistura de programa de auditório com game shows. Concorreu nos domingos à noite contra o sucesso Show do Milhão, do SBT. Após perder de forma acachapante, a atração saiu do ar depois de apenas nove edições levadas ao ar.

Veja também 

Disputando contra Celebridade, Coração Indomável sobe números e chega a liderar Ibope pelo Brasil

2 – Norma (Globo) – ano: 2009

Em 2009, a televisão brasileira estava vivendo o auge da briga pela audiência no domingo à noite. Gugu Liberato havia estreado na Record meses antes, Silvio Santos ainda fazia a festa no SBT e o Pânico na TV, na época na RedeTV!, vivia o seu auge de audiência.

Neste cenário, a Globo colocou uma série de Denise Fraga para tentar ajudar na briga pela audiência. Foi a Norma, uma série que era interativa e convidada o público a a decidir os rumos da personagem-título.

O problema é que Norma naufragou. Exibida após o Fantástico, Norma ajudou o Pânico a liderar sempre após a revista eletrônica da Globo e perdia também para o SBT e a Record. Com apenas 3 edições, Norma acabou saindo do ar, sem nunca mais voltar.

3 – Você é o Jurado com Supla (SBT) – ano: 2007

O ano de 2007 foi uma “coisa de louco”, como diria Ratinho, para o SBT. Além de perder sistematicamente para a Record e algumas vezes para a Band em alguns horários, a emissora mudava a grade como alguém trocando de roupa sem paciência.

Numa dessas mexidas loucas, a que mais chama a atenção é a do programa Você é o Jurado. Anunciado na clássica “arrancada da vitória”, o programa foi comandado por Ratinho em horário nobre durante algumas semanas.

Rapidamente, ele saiu do ar. Mas voltou em outubro daquele ano, sob o comando de Supla. No dia 27 de outubro daquele ano, um sábado, o programa entrou no ar. Mas já na semana seguinte, Supla ficou sem emprego e o Você é o Jurado não voltou mais.

4 – Telefone e Ganhe (SBT) – ano: 2010

Não se pode falar de programas de vida curta na TV sem falar do Telefone e Ganhe. Anunciado pelo SBT para ser uma atração diária de prêmios na madrugada, sendo comandada por Hellen Ganzarolli, o programa estreou até repercutindo.

Nas redes sociais, ele até gerou algum burburinho por ser inacreditável. Tão inacreditável que nem Silvio Santos acreditou. Ao estrear numa segunda, ele já não foi mais ao ar no dia seguinte, para a tristeza de Ganzarolli e incredulidade do público.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio