Protagonistas de Salve-se Quem Puder avaliam retorno da trama

Trama volta ao ar no próximo dia 22 de março

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um ano depois, Salve-se Quem Puder está de volta ao ar a a partir do próximo dia 22. A trama de Daniel Ortiz será reexibida a partir do primeiro capítulo e os episódios inéditos vão ao ar em maio.

Na trama, três personagens tem seus caminhos entrelaçados ao tentarem sobreviver à chegada de um furacão em Cancún, no México.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, as personagens de Deborah Secco, Juliana Paiva e Vitória Strada se tornam testemunhas de um assassinato, precisam viver sob a custódia do Programa de Proteção à Testemunha e começam uma vida bem diferente.

A atriz Deborah Secco falou de sua apreensão de não dar conta de viver a personagem novamente. “Confesso que tinha um pouco de medo de não saber mais fazer a Alexia, porque era um personagem de bastante composição e eu ficava, durante a pandemia, me perguntando como fazer para mantê-la em mim. Foi só reencontrar as meninas, reencontrar o João (Baldasserini) e a Grace (Gianoukas), que a Alexia veio automaticamente”.

Juliana Paiva recorda o primeiro dia de gravação após a interrupção. “Me lembro que no primeiro dia eu até brinquei com o Fred (Mayrink) e perguntei ‘será que eu ainda sei fazer isso?’, porque temos que aquecer o motor de novo. Ao mesmo tempo, na hora em que começamos a gravar, parece que o tempo não passou: é o mesmo cenário, são as mesmas pessoas, a relação já existe”, lembra a atriz.

Flávia Alessandra, que interpreta Helena, avaliou como o retorno lhe ajudou a lidar com a situação do país. “No início, a gente achou que iria durar uns três meses, quando a gente viu que não era tão simples assim, deu aquele baque. Mas, quando fomos chamados de volta, quando eu entendi todas as medidas de segurança e me senti segura, o trabalho ajudou a me salvar e a eu estar tão realizada fazendo o que eu mais amo”, contou.

Vitória Strada sentiu algo parecido: “Voltar a fazer o que a gente ama e entregar um trabalho tão alegre para um público que está necessitando disso era uma outra motivação”. Felipe Simas completa: “Retomar as gravações foi um misto de alívio e alegria. Ainda temos muita história pra contar”.

A direção artística é de Fred Mayrink, direção geral de Marcelo Travesso, e direção de João Boltshauser, Alexandre Klemperer, Hugo de Sousa e Bia Coelho. No elenco também estão Rafael Cardoso, Guilhermina Guinle, Thiago Fragoso, Bruno Ferrari, Felipe Simas, Murilo Rosa, Otavio Augusto, e mais.
 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio