Prestes a estrear no Vale A Pena Ver de Novo, Mel Maia relembra como foi interpretar Rita em Avenida Brasil

Publicado há um ano
Por Muka Oliveira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A
partir desta segunda-feira (7), Avenida Brasil estreia no Vale a Pena Ver de Novo, da TV Globo. Até o dia 11 de outubro, a
novela divide a faixa com as emoções finais de Por Amor.

Quando
participou da primeira fase da novela, Mel Maia era uma menina de apenas 8 anos
quando dividiu os holofotes com nomes consagrados como Tony Ramos e Adriana
Esteves. Ao viver Rita na primeira fase da novela, em cenas importantíssimas
para o desenvolvimento da trama, ela comoveu o público e impressionou pela
carga dramática e o realismo que imprimiu à personagem, uma órfã abandonada
pela madrasta em um lixão. Sete anos e muitos outros trabalhos depois, a atriz
fala sobre a volta da novela que a revelou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira
a entrevista com Mel Maia 

O que Avenida Brasil representou para você pessoalmente e profissionalmente?

Essa novela me deu a oportunidade
de conviver com grandes atores e uma  equipe maravilhosa. Apesar do drama
da personagem, eu me divertia muito durante as gravações. Aquele calor do
lixão, as risadas das outras crianças, as brincadeiras internas. Eu me diverti
100%. Foi tanta coisa gostosa que vivi ali que, só de lembrar, o coração aperta
de saudade. Foi uma honra ter sido escolhida para fazer um papel tão
maravilhoso. Profissionalmente me ensinou muita coisa, como concentração, a
passar a emoção, o sentimento no olhar, até mesmo a improvisar quando esquecia
a fala. Hoje tenho noção do que foi ter começado com tantos mestres, foi uma
grande escola.

Como
você recebeu a notícia da volta da novela?

Recebi a notícia com muita alegria.
Várias pessoas me ligaram para comentar, super felizes com essa volta.

Como
você lidava, com tão pouca idade, com todas as emoções da personagem?

Sempre soube separar tudo, era
muito natural para mim. Eu chorava quando tinha que chorar, sofria quando tinha
que sofrer, mas quando acabavam essas cenas de muita emoção, eu já ia brincar e
perturbar a equipe.

Qual
a cena mais inesquecível para você?

Muito difícil escolher. Foram
muitas. Tem a cena que a Rita cospe no rosto da Carminha quando ela obrigada a
menina a pedir desculpas por pegar o dinheiro que estava escondido, a do
abandono no lixão, a do acolhimento da mãe Lucinda. Tudo foi inesquecível nesta
novela.

Qual
a lembrança que você guarda com mais carinho daquela época?

O carinho com que sempre fui
tratada por absolutamente todos da equipe. Eles tiveram muita paciência também,
porque nos bastidores eu era uma pestinha. Fora a delícia que era gravar com
eles.

Como era a relação do público com você na época e como é hoje? As pessoas ainda falam com você sobre a Rita?

A relação não mudou. Muita gente ainda me reconhece como Ritinha e ainda sente pena de mim. Agora que novela vai passar de novo, as pessoas estão falando ainda mais sobre a personagem comigo.  

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio