Pedro Bial debocha do interesse de Lula em participar do Conversa com Bial

Apresentador global esteve no Manhattan Connection

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornalista e apresentador Pedro Bial foi o convidado desta quarta-feira (14) do programa Manhattan Connection, exibido pela TV Cultura.

Durante a entrevista, Lucas Mendes, Caio Blinder e Diogo Mainardi questionaram o entrevistado a respeito da possibilidade de nomes como Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva participarem do programa dele na Globo, o Conversa com Bial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você citou dois que dificilmente iriam. O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas aí tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas aí teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele“, ironizou Bial, citando o conhecido aparelho detector de mentiras.

Apartidário, ele tampouco poupou críticas a Bolsonaro. “O nosso presidente vive em conflito. Ele se alimenta do confronto. Não fosse assim, teria agarrado a oportunidade de ouro há um ano, quando começou a pandemia, para ser o líder de toda a nação“, detonou o âncora.

Ele poderia, de fato, num momento de pandemia, que é um estado de guerra, se tornar um líder de todos os brasileiros. Mas isso seria contra a natureza do escorpião, aquela velha piada. Ele vive do confronto e por isso depende tanto de provocar a imprensa“, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio