Orgulho e Paixão: Elisabeta obriga Margareth a se hospedar em hotel

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Orgulho e Paixão, na Globo, Margareth (Natália do Vale) não deve ter vida fácil, nos próximos capítulos. Depois de ficar presa na igreja e ser irritada por Charlotte (Isabella Santoni), ela ganhará uma surpresa de Elisabeta (Nathalia Dill). A protagonista vai obrigá-la a se hospedar em um hotel do Vale do Café, como forma de punição pelas maldades que tem feito. Confira.

“Andem logo. Não sou mulher de andar atrás de ninguém. Muito menos esperar afazeres alheios. Vai me matar de alergia se eu tiver que permanecer mais um minuto aqui, nesse lugar xexelento. Minha epiderme, meus cabelos e meus pulmões são sensíveis a pó e umidade”, avisará Margareth, estranhando o local onde Elisabeta a levou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Xavier puxa peruca de Mariana na frente de Brandão, em Orgulho e Paixão, na Globo

“Pois acostume-se e crie seus anticorpos. Porque essa é sua nova casa! Bem-vinda ao lar!”, anunciará Elisabeta, surpreendendo tanto Margareth, quanto Charlotte. “Como é que é? Que tipo de artimanha é essa agora, suas pilantras?”, questionará a britânica. “É isso mesmo que a senhora entendeu. Da mesma maneira que já percebeu que não vai voltar para a fazenda, eu também sei que foi a senhora quem envenenou meu cavalo, Tornado”, explicará Elisabeta.

Margareth mente

“Ah, mas que complexo e vira-latas enjoado, garota! Os brasileiros tem essa mania insuportável de pedir atenção. Eu lá ocuparia meu tempo com um pangaré da sua propriedade? Se ainda fosse um manga larga marchador inglês, eu poderia me interessar…”, rebaterá Margareth, mentindo.

“Chega de cena! No início, também não achei que alguém fosse capaz de tamanha crueldade com um animal indefeso. Mas depois de tudo que a senhora fez pra mim, mais o que aprontou agora no casamento de Ema… Juntei os pontos e não foi difícil de concluir: a senhora envenenou meu cavalo com as ervas que tentou dar à minha família. A senhora pretendia eliminar os Benedito, Lady Margareth!”, insistirá a protagonista.

“Ora, ora! E vai fazer o quê? Me aniquilar, como fez com Briana? Porque se seu cavalo quase morreu e sua família quase foi envenenada… o corpo de minha filha hoje está decomposto! Carcomido pelos peixes! Quem é a assassina aqui, Elisabeta?”. Nisso, Charlotte partirá para cima da tia: “A senhora é doente. Um ser abominável, desprezível!”.

Elisabeta e Charlotte se vingam

“Deixa, Charlotte! Ela não me abala mais. Vindo para o Vale, eu só me fortaleci. Essa sombra não encobre mais minha razão. A fazenda Ouro Verde é de Darcy, Charlotte e Lorde Williamson!”, falará Elisabeta, que pegará a mala, abrirá e sacodirá, deixando roupas caírem no chão. “E tudo que a senhora precisa está nessa mala, ou melhor… Nesse piso imundo! Um dia a senhora me humilhou, me jogou no chão e mandou que eu mostrasse minhas garras, meus dentes de fera. Pois faço o mesmo desafio agora: onde está sua força, Lady Margareth? Mostre suas garras, mostre seus dentes! Ou aí, sozinha, sem casa, sem poder e sem seus cupinchas não consegue? Deve ser mesmo insuportável viver na sua própria companhia. Tem sorte de eu achar muito deselegante o que a senhora fez comigo aquele dia. E por isso não vou repetir”, falará a protagonista.

“Espera, Elisa! Não consigo conter minha ânsia!”, falará Charlotte, impedindo a cunhada de sair. Na sequência, cuspirá na direção de Margareth, repetindo o gesto que a britânica teve com Elisabeta, no passado. “Ah, Charlotte, francamente! Não vale a pena reproduzir os maus hábitos de sua família”, concluirá Elisabeta e sairá com Charlotte.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio