O Tempo Não Para: Amadeu cai em armadilha de Emílio e é congelado vivo

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Amadeu (Luiz Fernando Guimarães) cairá na armadilha de Emílio (João Baldasserini); e será congelado vivo. Vera Lúcia (Talita Younan), que será contratada por Mariacarla (Regiane Alves); pedirá o milionário para conhecer a Criotec por dentro; chegando lá, a jovem prenderá o empresário em uma cápsula criogênica, a pedido da loira.

Veja também: O Sétimo Guardião: A curiosa, intrigante e perigosa vida de Eurico, o prefeito de Serro Azul

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando o magnata descobrir que é uma arapuca, será tarde de mais. “Minha sugarbabe… Não entendi qual é a sua curiosidade em conhecer a Criotec”, indagará Amadeu, para a jovem. “Ah… Eu queria ver de onde saiu os congelado… Esse lugar é irado… tem esses tubo da hora… dá pra fazer altos lances dentro, não dá?”, despistará a garota.

“Claro… Tudo aqui é meu, minha princesa…Você faz o que bem quiser”, concluirá Amadeu, empolgado com a jovem. “Segura a onda, baby… Vou ali pegar um acessório e volto já… É pá-pum”, dirá Vera, deixando Amadeu preso. Ela não voltará, e o plano será executado. “Aqui está o nosso combinado”, dirá Mariacarla, dando um pacote de dinheiro para Vera Lúcia e para Lalá (Micael), cúmplices do crime.

Congelado vivo

Emílio comemorará a derrocada do milionário. “O velho Amadeu caiu como um patinho”, concluirá bacharel, com alegria na fala. “Está na hora de realizarmos o sonho dele, dr. Herberto… Ele não queria ser congelado?”, dirá Mariacarla, pedindo para o assistente fechar a cápsula criogênica com Amadeu dentro. Emílio presenciará o ar gelado tomando conta da cápsula. O malandro comemorará mais uma armação bem executado. Emílio tomará conta de todos os negócios do velho Amadeu.

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio