No The Noite, Justice Smith comenta dublagem de Ryan Reynolds no filme Detetive Pikachu: “Ele improvisou muito”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Danilo Gentili recebe o ator americano Justice Smith no programa The
Noite
desta terça-feira (07), no SBT.
Na atração, o convidado revela curiosidades do filme Pokémon: Detetive Pikachu, como a dublagem de Ryan Reynolds para o “monstrinho
de bolso” amarelo.

“Ele improvisou muito, é muito
engraçado”, pontuou Justice sobre o trabalho do colega. Desafiado a contracenar
com computações gráficas para gerar a interação com os personagens animados, o
ator conta: “foi difícil de fazer, porque era eu falando com nada. Um cara
de roupa verde com uma bolinha de tênis correndo atrás de mim
”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No longa, o jovem Tim (Justice
Smith) tenta descobrir o que causou o desaparecimento misterioso de seu pai, um
detetive particular. No caso, o rapaz recebe a ajuda de Pikachu, sendo a única
pessoa a entender o que o bichinho fala. “sou o Eddie Murphy (Dr. Dolittle)
dos Pokémons
”, brinca o entrevistado.

Ainda a respeito da produção, esclarece: “esse filme se baseia em um jogo, vem parte do desenho original, mas é meio que uma história independente”.

The Get Down e Will Smith

Ainda na conversa com Gentili,
Justice também fala sobre outros trabalhos, como sua participação na série The
Get Down
, famosa no catálogo da Netflix. “A parte de música, hip
hop, foi superdifícil para mim. Demorei um mês treinando
”, revela.

Sobre ser confundido com o filho
de Will Smith, o ator conta: “teve um motorista que disse ‘já dirigi para o
seu pai’. Ele achava que eu era o Jaden Smith. Ele estava tão animado que não
quis cortar isso
”.

Já sobre sua vocação artística,
recorda: “quando eu era pequeno, adorava mentir. Isso foi um período longo
da minha vida, por isso sempre gostei de atuar. No colegial, uma vez, entediado
na aula, eu saí da sala e a professora ficou brava. Falei que saí porque recebi
uma mensagem da minha mãe falando que estávamos sendo despejados da nossa casa.
Foi uma mentira mórbida
”, lembra.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais