Jornada dupla

Marjorie Estiano revela por que abandonou a carreira de cantora: “Era uma loucura”

Atriz foi uma das convidadas de Serginho Groisman no Altas Horas desta semana

Publicado em 03/12/2023

A atriz Marjorie Estiano foi uma das convidadas de ontem (sábado, 2) do programa Altas Horas. Em cartaz no Globoplay na série Fim, ela falou sobre o atual trabalho e relembrou os primeiros anos de careira, quando rebolava para conciliar as agendas como atriz e como cantora.

Impossível. Eu fazia novela e era uma loucura. Era quando dava e era aquele sufoco de pegar avião, ônibus. Era muito estressante“, recordou. A agenda dupla se fez necessária que porque Natasha, personagem de Malhação (2004) que lançou Marjorie na mídia, também soltava a voz em cena.

Era bem esquizofrênico pra mim, porque era um repertório da personagem, e eu ainda não tinha minha identidade musical. Eu sabia que queria ser atriz ou cantora, mas não tinha desenvolvido minha identidade“, acrescentou ainda Marjorie para a plateia de Serginho Groisman.

Sabia que aquele repertório era da personagem, as pessoas amavam porque viam na Malhação. Ao mesmo tempo, eu tinha a oportunidade de estar no palcocantar pra muita gente, mas não era aquilo o que eu queria na música. Era complexo“, admitiu a musa.

Marjorie Estiano lançou seu primeiro álbum, homônimo, em 2005, em meio ao auge de seu êxito em Malhação. Em 2007, veio o segundo projeto, intitulado Flores, Amores e Blablablá. Oito (2014) encerrou a carreira musical da artista – o álbum chegou a ter a produção pausada para que Marjorie pudesse voltar à novela Império, substituindo Drica Moraes no papel de Cora.