Em Pauta

Marcelo Cosme relata que foi encorajado por filme de Paulo Gustavo a revelar sua homossexualidade: “Me ajudou”

Ao vivo, jornalista se emocionou ao relembrar o marcante momento de sua vida pessoal

Publicado em 05/05/2021

Na edição desta quarta-feira (5) do Em Pauta, no GloboNews, durante a cobertura sobre a morte do ator e humorista Paulo Gustavo, Marcelo Cosme emocionou colegas e espectadores do telejornal ao relatar que foi encorajado por um personagem do artista a revelar homossexualidade à sua mãe. “Acabei meio que me emocionando. Eu acho que todo mundo tem que agradecer um pouco o Paulo Gustavo“, iniciou ele, visivelmente comovido.

Eu agradeço porque quando ele colocou naquele filme dele lá de 2013 [Minha Mãe É Uma Peça/Globo Filmes], que ele conta para a mãe que é gay […] e a minha mãe contava que assistia o filme e achava graça. E naquela época eu não tinha me assumido para a minha família. E eu pensava o seguinte: ‘se a minha mãe vendo uma mãe aceitando um filho gay e rindo na TV, ela vai me acolher quando eu contar‘”, relembrou o jornalista.

Marcelo Cosme, então, surpreendeu ao revelar que foi por intermédio do longa de sucesso de Paulo Gustavo, que ele abriu seu coração. “Quando eu contei para minha mãe, ela contou o que hoje eu vi dizendo na Ana Maria Braga o que a mãe dele falou:

‘Olha, filho, a gente tem que ter medo que você sofra na rua, mas aqui dentro de casa a gente vai segurar as pontas’. Então, como este cara mexeu com a vida da gente e me ajudou porque eu fala e minha mãe ria desta historia ‘vai me acolher’. E se ajudou a mim, imagina quantas pessoas ele ajudou por ai.

Assista o momento:

Vítima da Covid-19, o ator e humorista Paulo Gustavo morreu nesta terça-feira (4), aos 42 anos. Criador de Dona Hermínia e de outros personagens que fizeram história no teatro, na TV e no cinema, ele estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.