Marcão do Povo chama vereador acusado de crime de “trabalhador” e reforça apoio ao fim do isolamento: “Querem provocar pânico nas pessoas”

Jornalista do SBT chamou de trabalhador um vereador acusado de crime na Bahia

Publicado há 5 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marcão do Povo parece mesmo não ter tirado nenhuma lição das criticas recebidas e o “linchamento” virtual que viveu há pouco tempo, resultado de comentários proferidos em seu programa, no qual sugeriu que o presidente Jair Bolsonaro criasse um campo de concentração para abrigar os infectados do coronavírus. 

Desta vez, o apresentador criticou a medida de isolamento no Brasil como cuidados contra a infecção da Covid-19. Em sua própria rede social Marcão publicou dados do Ministério da Saúde, que divulgam quais foram as cinco principais causas de morte no Brasil no mês de abril. Das quatro primeiras, nenhuma delas é doença contagiosa como o coronavírus, são elas: câncer, derrame, infarto e pneumonia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O contratado do SBT legendou: “Hoje a OMS divulgou que o controle a Covid 19 pode levar até 5 anos. Até lá as pessoas vão ficar em Lockdown? Vão ficar em casa morrendo de fome? Digo e repito, toda vida tem valor ,os grupos de risco precisam de cuidados especiais e nós devemos nos cuidar. O que você acha?“.

Nos comentários da publicação, uma seguidora criticou o fato das emissoras de TV abordarem somente os assuntos da pandemia (até a publicação desta nota o número de mortos ultrapassam os 13.900 mortos pela doença).

Marcão, por sua vez, disse que a culpa é nossa “por aceitamos que os governantes fazerem política e superfaturamento nos insumos com a desculpa de cuidar do povo. Mas veja que todos estão em casa numa boa! Tudo o que eles mais querem e provocar pânico no povo“, disse o apresentador do Primeiro Impacto.

Reprodução: Instagram

Na sequência Marcão do Povo fez uma publicação subjetiva e sem qualquer fonte, onde um homem expulsa aos berros e com agressividade agentes de fiscalização da SESEP (Secretaria de Serviços Públicos) de um estabelecimento. “Vamos aplaudir esse trabalhador?“, legenda Marcão na postagem.

O Observatório da TV apurou sobre as imagens e descobriu que o homem que esbraveja, trata-se de David Salomão, um policial da reserva, advogado e vereador na cidade de Vitória da Conquista/BA, que em 2012 foi preso após combinar atos de vandalismo durante a greve da PM. Em telefonemas gravados com autorização da Justiça o homem foi descoberto e levado para a cadeia.

Na tarde desta quinta (14), os mesmos agentes de fiscalização compareceram ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) para registrar um Boletim de Ocorrência contra o vereador David Salomão. O estabelecimento que Salomão expulsou os profissionais estaria operando de maneira irregular.

Imagem (Instagram)
Imagem: Instagram

A empresa autuada não apresentou alvará de funcionamento, Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e ainda mantinha suas operações nas dependências de outro estabelecimento – que exercia outra atividade comercial. Dessa forma, o imóvel teve que ser totalmente interditado.

Procurado pela reportagem, a assessoria de Marcão do Povo informou que ele fez uma pergunta e não afirmou nada. O vídeo foi apagado do Instagram do apresentador em seguida.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais