Manicure vence processo contra a Globo após participar de quadro do Caldeirão do Huck

A manicure vai ganhar R$ 30 mil de indenização e um salário de R$ 1,9 mil

Publicado há 4 horas
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A manicure Vânia Ibraim de Oliveira venceu um processo que movia contra a Globo após ter participado em 2012 do Mandando Bem, quadro do Caldeirão do Huck. A emissora terá que pagar R$ 30 mil de danos morais e um salário de R$ 1,9 mil.

De acordo com os jornalistas Vinícius Andrade e Lu Lacerda, do Notícias da TV, Vânia alegou na ação que o formato não cumpriu tudo que havia prometido. A manicure apontou que o trailer que recebeu para atender os clientes não tinha alvarás e nem autorizações.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O desembargador Nagib Slaibi, relator do processo na 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, destacou na decisão que Luciano Huck declarou no programa que a empresa de Vânia já iria funcionar. Além disso, também a promessa de um salário durante o período que estaria estudando.

Além da indenização e do salário, a platinada também cuidará das licenças, autorizações e acertos tributários sobre o trailer. Procurada pelo portal, o veículo de comunicação declarou que não comenta casos “sob judice”. Atualmente, Vânia trabalha como manicure express.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio