Despudorado

Luís Miranda homenageia cena de Vale Tudo e, tal qual Carlos Alberto Riccelli, fica seminu no palco do Caldeirão com Mion

Isabelle Drummond e Dani Calabresa riram a valer com a atitude do colega

Publicado em 20/04/2024

Luís Miranda deixou o pudor de lado e divertiu a valer o público do Caldeirão com Mion deste sábado (20). Ele homenageou, em pleno palco de Marcos Mion, uma sequência da novela Vale Tudo (1988) em que o vilão César (Carlos Alberto Riccelli) aparece seminu, vestindo apenas uma sunga asa-delta.

No quadro TV Teca, Mion propôs a Miranda, Isabelle Drummond e Ricardo Tozzi um desafio baseado na cena em questão. “A gente vai assistir a um trecho em que Afonso, personagem do Cássio Gabus Mendes, tenta flagrar Maria de Fátima (Glória Pires) na cama com César, personagem do Riccelli“, anunciou o apresentador.

O que acontece quando César, o Riccelli de sunga, abre a porta?“, questionou finalmente Marcos. Foi quando Luís, com bom humor, retirou-se rapidamente do palco e voltou segundos depois, apenas com a roupa de baixo, numa reprodução do figurino de Carlos Alberto naquele momento de Vale Tudo.

Enquanto Miranda dava uma voltinha pelo palco, Mion usou a ficha de apresentação em sua mão para ‘tentar’ tapar a nudez parcial do amigo. “Censurinha, censurinha… A plateia está em choque!“, afirmou, em tom de brincadeira, o ex-apresentador de A Fazenda.

Dani Calabresa e Isabelle Drummond riram a valer do despudor do amigo, que respondeu corretamente à pergunta de Mion. Ele afirmou que o personagem de Riccelli na novela de 1988 dizia as frases “Não tira conclusão precipitada” e “Eu não transo violência” na sequência da cena – o que mais tarde se confirmou.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade