Historiador critica a Marquesa de Santos de Novo Mundo: “Caricata, uma personagem bem estereotipada”

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Paulo Rezzutti, escritor e historiador que está relançando o livro Domitila: A Verdadeira História da Marquesa de Santos, criticou a forma como a amante de Dom Pedro é retratada em Novo Mundo.

“Está bem caricata, uma personagem bem estereotipada. A cronologia da novela não bate com nada”, disparou Paulo em entrevista ao Jornal do Meio Dia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Público de Novo Mundo vê indireta para Michel Temer em cena da novela

O profissional enfatizou que existe uma confusão com as datas do folhetim. “Eles tiveram um relacionamento de sete anos, de 1822 até 1829. A Domitila era casada ainda e a igreja deu a separação de corpos. Quando a Leopoldina morreu, ele [Dom Pedro] foi procurar uma princesa de berço, mas não poderia ser a Domitila”, concluiu Rezzutti.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio