Globo terá estúdio em Moscou e âncoras não seguirão Seleção na Copa do Mundo; entenda

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo se prepara para realizar uma grande cobertura da Copa do Mundo da Rússia, que ocorre em junho e julho. Entre os grandes investimentos da emissora carioca, está um estúdio panorâmico, na emblemática Praça Vermelha, em Moscou, bem ao lado do Kremlin – sede do governo. De lá, serão ancorados os telejornais e programas de esporte do canal.

Como uma forma de otimizar custos, pela primeira vez, desde 2002, os apresentadores da Globo não vão comandar suas atrações diretamente do hotel onde a Seleção Brasileira estiver. Tudo será centralizado na capital russa. Essa é também uma forma de evitar um desgaste e qualquer imprevisto, já que algumas sedes podem estar muito distantes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Globo muda a programação para a cobertura da Copa do Mundo

Vale lembrar que a Globo vai transmitir, com exclusividade, a Copa do Mundo da Rússia para a televisão aberta do Brasil. Isso não acontece desde o Mundial da Alemanha, em 2006, quando emissoras, como a Record e a Band, optaram por realizar apenas uma cobertura jornalística. Em 2010, na África do Sul, e em 2014, no Brasil, a rede carioca dividiu os direitos com a emissora do Morumbi.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio