Globo recebe indicação ao Emmy de Jornalismo por caso Marielle e especial sobre Coreia do Norte

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo está concorrendo
ao prêmio Emmy Internacional de Jornalismo pelo 13º ano consecutivo. Neste ano,
a emissora foi indicada nas categorias Notícias e Atualidades
pela cobertura da morte da vereadora Marielle Franco e pela reportagem 11
Dias na Coreia no Norte
, respectivamente.

A lista dos indicados foi feita
pela Academia Internacional de Televisão, Artes e Ciências, nesta terça-feira
(06), nos Estados Unidos. Essa é a quinta vez consecutiva que o jornalismo da
Globo/GloboNews nos dois seguimentos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na categoria Notícia foi
indicada a cobertura da morte da vereadora Marielle Franco e de seu
motorista, Anderson Gomes, uma parceria entre Fantástico, Jornal
Nacional
e Jornal da Globo.

Entre os destaques da cobertura está a primeira entrevista com a assistente de Marielle, única sobrevivente e testemunha do ataque. A Globo concorre com representantes do Reino Unido, do Catar e da Rússia.

Cena da reportagem 11 dias na Coreia do Norte (Foto: Reprodução/ Globo)

Já a reportagem 11 dias na
Coreia do Norte
, do Fantástico, concorre em Atualidade
com indicados da Suécia, da Nigéria e do Reino Unido. Exibida em setembro de
2018, traça um painel do país em seu 70º aniversário e inclui imagens raras de
trabalhos forçados.

Os vencedores do Emmy
Internacional de Jornalismo 2019 serão anunciados no dia 24 de setembro, em
cerimônia no Lincoln Center, em Nova York.

Trajetória da Globo no Emmy

Em 2011, o Jornal Nacional
ganhou o Emmy Internacional de Jornalismo pela cobertura da retomada do
conjunto de favelas do Alemão pelas forças de segurança do Rio de Janeiro. Além
deste prêmio, a Globo já recebeu outros 16 troféus do Emmy.

O primeiro foi o de Personalidade
Mundial da Televisão
, recebido por Roberto Marinho, em 1976,
prêmio que honraria novamente em 1983. Seu filho, Roberto Irineu Marinho
recebeu a estatueta em 2014, na mesma categoria.

Em 1981, ganhou com o musical A
Arca de Noé
e em, 1982, com Morte e Vida Severina. A
Globo foi premiada sete vezes por Melhor Novela com: Caminho das
Índias
(2009); Laços de Sangue, coprodução com a SIC,
exibida em Portugal (2011); O Astro (2012); Lado a Lado
(2013); Joia Rara (2014); Império (2015); e Verdades
Secretas
(2016).

A Mulher Invisível
(2012) e Doce de Mãe (2015) venceram na categoria Melhor Comedia.
Fernanda Montenegro recebeu o prêmio em 2013 como Melhor Atriz
por seu papel em Doce de Mãe. A Globo também recebeu o prêmio de
melhor série no Emmy Internacional Kids 2018, com Malhação: Viva a
Diferença
.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais