Globo pagará R$ 10 mil para homem por acusá-lo de tentar assaltar PM em reportagem

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A 6ª Câmara do Direito Privado do Tribunal de Justiça de SP condenou a Globo a pagar uma indenização de R$ 10 mil para um homem que, erroneamente, foi acusado de ter tentar assaltar um Policial Militar, e que foi morto por isso, durante o Réveillon de 2018, no Guarujá, litoral de SP. Tal homem na verdade era amigo do PM e está vivo.

O homem se chama Luiz Felipe da Silva Camoles. Na ocasião, ele estava passando a virada de ano com o seu amigo PM, que não foi nominado os autos do processo, quando foram vítimas de um assalto. Em legítima defesa, o amigo policial sacou a arma e matou um dos três assaltantes que tentavam roubar seus objetos pessoais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, em uma reportagem exibida no telejornal local da TV Tribuna, afiliada da Globo no litoral paulista, e em seu site, dizia-se que Luiz Felipe tentou matar o PM no assalto e foi alvejado por tiros. Mesmo socorrido, Luiz Felipe acabou morrendo no Hospital. No entanto, nada disso era verdade.

No processo, aos quais o Observatório da Televisão teve acesso, foi provado que o Boletim de Ocorrência mostrava o homem como vítima do assalto, e não como um dos assaltantes do policial militar. Ao saber das reportagens, ele entrou com um processo contra a Globo pedindo danos morais.

Globo diz que não é responsável pelo que afiliadas produzem

Em sua defesa, a Globo afirmou que não poderia pagar uma indenização porque a reportagem foi produzida por sua afiliada. No entanto, o juiz José Roberto Cabella, que julgou a ação, disse que tal justificativa não era procedente, já que como rede, ela é responsável pelo que suas parceiras produzem.

Por conta disso, a Globo foi condenada a pagar R$ 10 mil em indenização mais juros de 1% ao mês desde que a reportagem ao ar e publicada no G1. O juiz também determinou a postagem de uma retratação, além da retirada da matéria original do ar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais