Gabriel Braga Nunes fala sobre série Hebe: “Essa história tinha que ser contada!”

O ator vive Décio Capuano, primeiro marido da apresentadora, na produção

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (27), em Hebe, a trama chega à década de 1960. Já com a carreira de apresentadora de TV consolidada, Hebe Camargo (Andrea Beltrão) conhece Décio Capuano (Gabriel Braga Nunes), que anos depois se tornaria seu primeiro marido. A relação da apresentadora com o comerciante passa por muitos gostos em comum e a tão aguardada cerimônia de casamento é um momento de sonho para a loira.

Mas nem só de semelhanças com o marido vive sua relação conjugal. Hebe é eleita a “Rainha da TV”, enquanto, dentro de casa, vê Décio solicitá-la cada vez mais na rotina do lar. O nascimento de Marcello (Caio Horowicz), filho do casal, é um marco na vida pessoal e, também, profissional de Hebe, que decide pausar a carreira para se dedicar integralmente à família.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para Gabriel Braga Nunes, que interpreta Décio Capuano na série, tem início uma divergência insustentável entre os dois, que acaba culminando na separação: “Chama a minha atenção a compreensão de Décio de que havia uma diferença de valores e cultura atrapalhando o casamento. Interpretei que ele soube enxergar que a separação era necessária”, opina o ator.

Participar da série e ajudar a retratar momentos tão importantes da vida de Hebe, para Gabriel, foi motivo de grande alegria. “Hebe é uma figura carismática, tão importante na história da comunicação no Brasil. Essa história tinha que ser contada! Escolhemos abordar os personagens com humanidade e respeito, evitando estereótipos”, detalha o ator, que também elogia a dobradinha com Andrea Beltrão: “Foi divertido e instigante, sempre quis trabalhar com ela”.

Gabriel revela que, no início da carreira, teve a chance de conhecer Hebe Camargo. Hoje, ele destaca aqueles que, em sua opinião, eram os maiores atributos da apresentadora – uma herança da loira para os brasileiros: “Estive no programa da Hebe duas vezes, nos anos 1990. Ela tinha muita alegria e o olhar sempre positivo”.

Hebe vai ao ar às quintas-feiras, após Fina Estampa. Original Globoplay, desenvolvida pelos Estúdios Globo, a série é criada e escrita por Carolina Kotscho, tem direção artística de Maurício Farias e direção de Maria Clara Abreu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais