SAIBA TUDO!

Fracasso de audiência e de faturamento, Record TV cogita acabar com A Fazenda após 15 anos

De acordo com Ricardo Feltrin, atual edição deixará um prejuízo milionário aos cofres da emissora da Barra Funda

Publicado em 18/11/2023

Com apenas 5,7 pontos de média na Grande São Paulo após dois meses no ar, A Fazenda 15 se transformou em um grande pesadelo de audiência e em desempenho comercial para a Record TV. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Ricardo Feltrin, da coluna Oops, os executivos da emissora de Edir Macedo estão cogitando, pela primeira vez, extinguir o formato da sua grade de programação do ano que vem.

Ainda segundo a publicação, a atração comandada por Adriane Galisteu tem um custo muito alto e um baixo retorno comercial, devido aos péssimos índices registrados na atual temporada. Outro fator que corrobora para a desistência do reality rural, é a baixa procura do telespectador para assinar o PlayPlus, plataforma de streaming que transmite o formato 24 horas, mas que constantemente é detonado nas redes sociais por falhas em seu serviço.

Mesmo liderando os trending topics do X (antigo Twitter) em seus episódios, a repercussão do programa também fica muito aquém de atingir os números de impressões e interações se comparado ao Big Brother Brasil, fazendo com que os patrocinadores repensem se vale a pena investir caminhões de dinheiro em uma atração que não rende tanto interesse do público quanto o formato de confinamento da concorrência.

Vale destacar que em 2016, logo após a Fazenda 8, o formato entrou em hiatus na programação da Record TV para descansar a imagem e o seu desgaste comercial. Em 2017, depois de ter ficado um ano sem ser exibida, o reality rural ganhou uma nova chance na grade da emissora sob o comando de Roberto Justus, que acabou sendo o responsável por atrair novamente as marcas para o patrocínio do programa.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade