“Foi injusta essa história”, diz Reynaldo Gianecchini sobre demissão de José Mayer

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mesmo depois de tanto tempo, o caso de assédio praticado por José Mayer contra a figurinista Susllem Tonani continua gerando polêmica. Em entrevista publicada neste domingo (29) pelo jornal O Globo, o ator Reynaldo Gianecchini criticou as medidas tomadas pela Globo a respeito da questão.

O episódio teria acontecido nos bastidores da novela A Lei do Amor (2016), da qual Gianecchini era o protagonista e Mayer, o grande vilão. “Acho que foi injusta essa história. Eu estava na novela junto com o Zé e duvido que ele tenha sido agressivo, passando do ponto no assédio. Há diferenças entre assédio e cantadas“, considerou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A luta pelos direitos das mulheres às vezes atropela. O Zé Mayer é um puta artista e foi massacrado, sumiu, fechou-se em casa, não quer fazer nada. Houve um exagero com ele“, alegou o intérprete de Régis em A Dona do Pedaço. Na mesma entrevista, ele admitiu já ter tido relações homossexuais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais